Vale do Ivaí

Mortes violentas reduzem mais da metade no Vale do Ivaí

Em Apucarana, sede da 17ª SDP foram registrados quatro homicídios dolosos em 2021. O número de óbitos é 42,8% menor que em 2020

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Mortes violentas reduzem mais da metade no Vale do Ivaí
fonte: Sérgio Rodrigo - TNOnline

O número de mortes violentas intencionais – termo que engloba homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e feminicídios – despencou no Vale do Ivaí em 2021. Foram 17 vítimas, 18 mortes a menos que em 2020, uma queda de 51,4%. A redução é bastante superior aos índices do Paraná. Relatório Estatístico Criminal da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), divulgado ontem, indica uma diminuição total de 5,7% em relação ao ano anterior, passando de 2.113 mortes em 2020 para 1.993 em 2021. 

continua após publicidade

Dos 26 municípios da área da 17 Subdivisão Policial (SDP), foram registrados crimes em 10 (38%). Em 2020, houve registro de mortes em 15 (57,6%) municípios. 

Em Apucarana, sede da 17ª SDP foram registrados quatro homicídios dolosos em 2021. O número de óbitos é 42,8% menor que em 2020, quando o relatório aponta seis homicídios e um feminicídio. 

continua após publicidade

Outros municípios registraram redução significativa. Em Mauá da Serra, os crimes caíram de 3 para 1. Em Jandaia do Sul, que somou 2 homicídios em 2021, e Ivaiporã (1), as mortes reduziram pela metade. 

O delegado-chefe da 17ª SDP, Marcus Felipe da Rocha Rodrigues, atribui a queda ao trabalho conjunto das forças de segurança. “É reflexo do combate dos crimes em geral por parte do trabalho das forças de segurança. Em Apucarana, por exemplo, existe um trabalho em conjunto da Polícia Civil, Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal. Além disso a taxa de elucidação de crimes de homicídio é alta na 17ª SDP o que contribui também”, assinala

PARANÁ

continua após publicidade

No Paraná relatório aponta queda de 4,73% nos homicídios dolosos (de 2.008 para 1.913), de 31,66% nos casos de latrocínio – roubo seguido de morte (de 60 para 41), e de 11% de lesão corporal (de 55 para 49).No caso do feminicídio, que está incluído nos dados de homicídios dolosos, o comparativo entre os dois últimos anos mostra que houve uma morte a menos em 2021, de 76 foi para 75.O balanço da Secretaria da Segurança aponta, ainda, que o mês de junho foi o que teve o menor número de mortes violentas intencionais, com 125 ocorrências, seguido de julho (136) e maio (156).

Por, Adriana Savicki