Vale do Ivaí

Morador de rua é denunciado por tentativa de furto em Jandaia do Sul

Homem, que mora numa sucata de carro abandonado no centro da cidade, teria tentado furtar um botijão de gás

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem Ilustrativa - o morador de rua de Jandaia teria causado danos ao portão da empresa para tentar furtar um botijão de gás
fonte: TNonline/arquivo
Imagem Ilustrativa - o morador de rua de Jandaia teria causado danos ao portão da empresa para tentar furtar um botijão de gás

Uma pessoa em situação de rua, que fez de uma sucata de veículo sua moradia improvisada, foi denunciada na madrugada desta sexta-feira (05) por tentativa de furto e uma distribuidora de gás, em Jandaia do Sul. Um vigia noturno teria reconhecido o morador de rua quando ele estava dentro do pátio da empresa.

continua após publicidade

A Polícia Militar de Jandaia do Sul foi acionada por um segurança patrimonial no meio da madrugada desta sexta-feira (05), por volta das 3 horas. A testemunha relatou aos policiais que passou pelo local e viu um botijão de gás próximo ao portão, que teria sido danificado pelo invasor.

O segurança explica que ao observar melhor, conseguiu ver uma pessoa no interior da empresa. Inicialmente, ele desconfiou que a pessoa que havia invadido o local seria um morador de rua, que estaria morando no interior de um veículo sucateado, abandonado numa esquina, na região central da cidade. O vigia ainda contou à polícia que, ao perceber que o homem estaria tentando furtar o botijão, decidiu ir até o carro abandonado checar se era, de fato, o morador de rua. Como o homem não estava no local onde costuma dormir, o vigia confirmou a suspeita e acionou a polícia.

continua após publicidade

A equipe da Polícia Militar, no local, elaborou o boletim de ocorrência como dano, que teria sido causado no portão da empresa. O morador de rua já havia retornado para a sucata. Vigia e o morador de rua foram orientados. A PM também fez contato com o responsável pelo local, orientando-o a procurar a delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News