Vale do Ivaí

Morador da região julgado por assassinato é condenado

O réu condenado a 12 anos de prisão em regime fechado está foragido.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Morador da região julgado por assassinato é condenado
Morador da região julgado por assassinato é condenado

O ex-servidor público da prefeitura de Godoy Moreira, José Marcílio de Oliveira Neto, foi condenado a pena de 12 anos de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio. O julgamento ocorreu nesta segunda-feira (09), no fórum de São João do Ivaí, presidido pela juíza Andréia de Oliveira Lima Zinath.

continua após publicidade

De acordo com a acusação, o réu, que encontra-se foragido, teria assassinado a jovem Valquíria da Rosa Silva, de 27 anos, com um tiro na cabeça. O crime ocorreu em novembro de 2017. 

O crime

continua após publicidade

Valquíria foi encontrada morta a cerca de 300 metros da rodovia PR 650, que dá acesso a São João do Ivaí. A vítima trabalhava em um abatedouro de aves, na região de Mandaguari, e chegou de volta a cidade, às 03:10 da madrugada, do dia 1º de novembro. Amigos de trabalho disseram que ela desceu do coletivo e seguiu em direção a casa, como fazia todos os dias, mas não chegou a residência. Na manhã seguinte, a moça foi encontrada morta com um tiro na cabeça.

"O fato dela não chegar em casa e ninguém ter ouvido gritos, nos fez acreditar que quem a levou foi uma pessoa conhecida de Valquíria. Ao ouvir as testemunhas, algo ficou evidente, ou seja, que ela tinha um suposto caso extraconjugal, que era um fato sabido por muitos. Esse homem foi intimado a prestar depoimento e apresentou diversas divergências, detalhe que, somado aos demais fatos apurados, o transformaram em suspeito", informou a Delegada Karen Friedrich Nascimento, na época.

Tags relacionadas: #condenado #julgamento #região