Vale do Ivaí

Kamila Bellini será velada em Maringá nesta sexta-feira

Ela morava em Cambira, é filha do ex-prefeito do município, Sidney Bellini. A morte dela gerou grande comoção na cidade

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Kamila Bellini será velada em Maringá nesta sexta-feira
fonte: Arquivo Pessoal

A empresária Kamila Bellini, de 34 anos, que morreu após ser atropelada na BR-376 em Jandaia do Sul será velada e cremada nesta sexta-feira (8), em Maringá, informaram amigos da vítima. Ela morava em Cambira, é filha do ex-prefeito do município, Sidney Bellini. A morte dela gerou grande comoção na cidade. 

continua após publicidade

Ainda de acordo com amigos, o velório será das 8h às 10h, no crematório Ângelos, reservado para os mais familiares e pessoas próximas a ela. Kamila deixa o esposo Rafael Marques, proprietário da Lotérica Leão Dourado, em Apucarana, e um casal de filhos, Eduardo e Rafaela, além de um vasto círculo de amigos na cidade e região. A cambirense também era sócia-proprietária de uma loja de roupas femininas. 

O acidente: 

continua após publicidade

Uma ciclista de Cambira morreu na manhã desta quinta-feira (7), no trevo da BR-376, próximo ao Parque de Exposições de Jandaia do Sul. A mulher foi atropelada por um caminhão e morreu no local.

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram no local. O trânsito permanece lento no endereço onde o acidente foi registrado. Conforme o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Pedro Farias, a mulher teria enroscado o pé na pedaleira da bicicleta. 

Neste momento, ainda de acordo com o inspetor, ela perdeu o equilíbrio e caiu para o lado esquerdo. Um caminhão passava pelo local na hora da queda e não conseguiu desviar da vítima.

Tags relacionadas: #acidente #cambira #Comoção