Vale do Ivaí

Jandaia utiliza tecnologia em cruzamentos com a ferrovia

Projeto piloto desenvolvido em parceria com a empresa Rumo e apoio do Detran-PR utiliza sensores para detectar a aproximação do trem e acionar semáforos rodoviários para os motoristas.

Da Redação ·

Com o objetivo de reduzir os riscos de acidentes no cruzamento férreo na região próxima à Sociedade Rural de Jandaia do Sul, a prefeitura municipal, em parceria com a empresa Rumo e com apoio do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), iniciou recentemente os primeiros testes do projeto PN (Passagem em Nível) Sensoreada. A tecnologia, ainda em fase de testes, é composta por sensores instalados nas proximidades dos cruzamentos rodoferroviários que identificam a aproximação do trem e acionam o semáforo instalado para motoristas no cruzamento com a ferrovia.

continua após publicidade

Considerado um ponto extremamente crítico da região devido às frequentes colisões envolvendo veículos e trens, a medida visa aumentar a segurança do local e avaliar o comportamento dos motoristas em relação à nova sinalização.

"Investir em segurança e melhorias no trânsito da nossa cidade é uma das pautas prioritárias desta gestão. Somar a sinalização já existente com as novas tecnologias, como esta que implementamos em parceria com a empresa Rumo e com o apoio do Detran-PR, devem ajudar consideravelmente na redução do número de acidentes no local", afirma o prefeito Lauro Junior.

continua após publicidade

Fase de testes

A "PN Sensoreada" consiste em quatro sensores instalados nas proximidades da ferrovia em uma distância de aproximadamente 400 metros que identificam a aproximação do trem. Por meio de um sistema de inteligência artificial com visão computacional e de monitoramento do local, os sinais são captados pelo equipamento e acionam a sinalização do semáforo, alertando o motorista para a necessidade de parar e alternando novamente para verde após o trem completar a travessia.

Durante esse semestre, as equipes vão coletar todas as informações da fase de testes com monitoramento remoto 24h por dia. A previsão é que os resultados conclusivos da tecnologia sejam apresentados no primeiro semestre de 2022.

continua após publicidade

De acordo com o Diretor de Tecnologia da Rumo, Roberto Rubio Potzmann, caso os testes sejam positivos, o projeto será repassado para que as prefeituras avaliem a implementação da tecnologia. "É uma solução planejada para aumentar a segurança nos cruzamentos com as vias municipais", afirma. "O objetivo é avaliar o comportamento do motorista e se há uma mudança na conduta a partir dessa nova proposta de sinalização no cruzamento entre a rodovia e a ferrovia", afirma.

Ações educativas

Além da PN Sensoreada, a prefeitura e a Rumo destacam a importância dos motoristas adotarem um comportamento seguro no trânsito.  Abaixo, um guia de boas práticas em relação aos cuidados com a ferrovia:

continua após publicidade

Motoristas:

- Sempre pare o veículo antes de realizar a travessia e certifique-se de que não há trens se aproximando;

continua após publicidade

- Para realizar uma travessia segura, tenha atenção redobrada à sinalização visual (placas de trânsito) e sonora (buzina da locomotiva);

- Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), atravessar uma passagem em nível sem antes parar é infração gravíssima;

- Fique atento à sinalização de Pare, Olhe e Escute. Essa atitude salva vidas.

Pedestres:

- Sempre mantenha distância segura dos trens, parados ou em movimento;

- Caminhar sobre os trilhos é uma prática imprudente e com risco de morte. Somente pessoas autorizadas podem circular em áreas operacionais da ferrovia;

- Nunca pegue carona nos trens e não pratique surfe ferroviário. São atividades ilegais que colocam a vida em risco.

Tags relacionadas: #jandaia do sul #Tecnologia