Jandaia do sul

Polícia Civil de Jandaia identifica suspeito de matar jovem

Adolescente de 16 anos não era alvo dos disparos e suspeita é que tráfico de drogas tenha motivado atentado

Da Redação ·
Delegacia de Jandaia do Sul
fonte: Arquivo TN
Delegacia de Jandaia do Sul

A Polícia Civil de Jandaia do Sul já identificou o homem suspeito de atirar contra três pessoas em uma festa no último sábado causando a morte da adolescente Beatriz Sabrina Valéria da Silva, 16 anos, e deixando dois jovens feridos.

continua após publicidade

Segundo o delegado Gustavo de Pinho Alves, que nesta segunda-feira (1) ouviu testemunhas que participavam da confraternização na Rua Esmeralda e viram o atirador, a polícia descarta que a adolescente tenha sido alvo dos disparos. Para o delegado, os tiros foram endereçados ao namorado da moça, um rapaz de 21 anos, que foi ferido e continua hospitalizado em estado considerado grave no Hospital da Providência de Apucarana. Um outro rapaz, de 22 anos, levou um tiro de raspão e recebeu alta nesta segunda-feira (1).

"Segundo as testemunhas, o atirador nem chegou a entrar no imóvel. Ele se aproximou e fez os disparos do muro. Várias pessoas estavam fazendo um churrasco no corredor da casa", comenta. O grupo comemorava o aniversário de 10 anos da irmã de Beatriz. Segundo o delegado, a casa onde ocorreu o crime, entretanto, era do namorado da vítima.

continua após publicidade

"Como esse rapaz tem histórico de envolvimento com tráfico de drogas acreditamos que esse crime pode ter sido um acerto de contas. Já identificamos o suspeito e estamos tentando localizá-lo", comenta.

O corpo da adolescente foi sepultado no domingo (30), no Cemitério Municipal de Jandaia do Sul.