Mais lidas

    Ivaiporã

    ESTELIONATO

    Procon de Ivaiporã alerta sobre golpe do PIX via WhatsApp

    Imagem ilustrativa
    Foto por Reprodução/Prefeitura de Ivaiporã
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 17.01.2021, 11:45:08 Editado em 17.01.2021, 11:46:32
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O Procon (Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor) – órgão vinculado à Prefeitura de Ivaiporã, alerta os usuários do WhatsApp sobre a clonagem do aplicativo para solicitar transferências pelo PIX, que é um sistema de pagamentos lançado pelo Banco Central em 2020.

    Por meio do PIX os clientes realizam transações financeiras operando 24 horas, 7 dias por semana, utilizando uma chave PIX. Diferente de TED e DOC as operações com PIX demoram cerca de 10 segundos para concluir. Por isso, dificulta o trabalho de investigação da Polícia Civil.

    O coordenador executivo do Procon de Ivaiporã, Matheus Reuther de Barros, explicou que a fraude online consiste no envio de mensagem falsa com o objetivo de coletar senhas de banco e dados pessoais.

    Cuidado!

    “Os usuário devem evitar abrir qualquer link suspeito que é enviado pelo WhatsApp, Messenger ou por email – ou acessar site sem o cadeado na barra de ferramentas [símbolo universal da segurança]. Além disso, desconfie de mensagens cujo conteúdo menciona pedido de dinheiro – independente se for enviadas por familiares, amigos ou conhecidos, porque pode se tratar de golpe”, alerta Matheus Barros.

    Segundo Matheus Barros algumas mensagens são enviadas com layout de banco, tais como Itaú, Caixa Econômica ou Banco do Brasil, solicitando pré-cadastro do PIX. Mas o consumidor precisa ficar alerta e excluir o conteúdo dos aplicativos de mensagens, e priorizar o uso do PIX apenas nas plataformas dos bancos. Ou seja, quando o consumidor usa o aplicativo do banco no próprio aparelho de celular, uma vez que o serviço PIX integra o aplicativo na agência bancária.

    “Caso seja vítima de golpe é praticamente irreversível. Afinal, as transações via PIX demoram apenas 10 segundos. Mas o consumidor deve entrar em contato com a agência bancária para onde o dinheiro foi enviado, informar ao servidor do banco os dados repassados na mensagem e pedir para verificar a chave do PIX usada na transferência.

    Além disso, o consumidor pode recorrer ao Procon de Ivaiporã [Avenida Melvis Muchiuti] ou acessar a plataforma https://consumidor.gov.br e registar um Boletim de Ocorrência na 54ª Delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã”, orientou Matheus Barros.

    O Procon de Ivaiporã está em férias. O serviço retornar no dia 4 de fevereiro. Mas o consumidor pode acessar o órgão pela plataforma https://consumidor.gov.br. 

    Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Ivaiporã

    Deixe seu comentário sobre: "Procon de Ivaiporã alerta sobre golpe do PIX via WhatsApp"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.