Ivaiporã começa a flexibilizar atividades não essenciais - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

COVID-19

Ivaiporã começa a flexibilizar atividades não essenciais

No momento, Ivaiporã tem 26 leitos de UTI e 60 de enfermaria para atendimento de pacientes com covid-19
Foto por TN Online
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Após reunião realizada na manhã desta sexta-feira (10), a Prefeitura de Ivaiporã decidiu flexibilizar abrindo atividades comerciais e serviços não essenciais fechadas desde 29 de junho por conta do combate ao covid-19. O decreto com todos os detalhes e medidas a serem adotadas será divulgado até o final da tarde e começa a valer a partir da próxima segunda-feira (13).

A reunião foi no salão nobre da prefeitura e contou com a participação de representantes do Comitê Gestor da Crise Pandêmica do Covid-19, Ministério Público, Associação Comercial, 22ª Regional de Saúde e Departamento Municipal da Saúde.

Conforme o prefeito Miguel Roberto do Amaral há duas semanas quando do fechamento das atividades não essenciais havia no município 565 casos de pessoas suspeitas em investigação,  e que caíram na última quinta-feira (9) para 71 casos. Além do aumento 

  “Além disso, na época havia o risco de colapso na saúde, com vários profissionais de saúde sendo afastados.  Agora, as coisas começam a melhorar e esperamos que continue assim. Também existe a previsão de retorno do atendimento do Instituto de Saúde Bom Jesus, e com isso Ivaiporã contará com mais leitos de UTI e de enfermaria para atendimento dos pacientes”.

No momento, Ivaiporã tem 26 leitos de UTI e 60 de enfermaria para atendimento de pacientes com covid-19
Foto: TN Online
 

No momento, Ivaiporã tem 26 leitos de UTI e 60 de enfermaria para atendimento de pacientes com covid-19 ou suspeito de toda a região, no Hospital Regional de Ivaiporã e Instituto de Saúde Lucena Sanchez. Com o retorno do atendimento no Instituto de Saúde Bom Jesus poderão ser disponibilizados mais 14 leitos de enfermaria e outros quatro leitos de UTI.

O prefeito explica ainda, que salões de beleza e barbearias que permaneciam fechado a mais tempo, tiveram a autorização para retomar as atividades nesta sexta-feira. Atividades em bares e lanchonete só poderão funcionar até as 18 horas na primeira semana de reabertura do comércio. “Se a situação continuar sob controle, alguns horários poderão ser estendidos, mas para isso é preciso que todos colaborem, evitando aglomerações e tomando os cuidados necessários para o controle da doença”, disse Miguel Amaral.

Outra ação da prefeitura, segundo o prefeito, será a intensificação da fiscalização  e punições, de forma individual, com o aumento de multa e mais rigor no cumprimento das normas sanitárias.  Nas últimas três semanas, os casos da doença no município passaram de 22 para 202.

Uma nova reunião está marcada para a próxima sexta-feira (17) às 14h00, na Prefeitura de Ivaiporã, para avaliação da medidas adotadas.

 

Deixe seu comentário sobre: "Ivaiporã começa a flexibilizar atividades não essenciais"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.