Ivaiporã

Bombeiro oferece recompensa para esclarecer atentado contra residência

Da Redação ·

O primeiro-sargento Cleber Trova, do 1ª Subgrupamento Independente do Corpo de Bombeiros de Ivaiporã, está oferecendo recompensa para quem ajudar esclarecer o atentado contra a casa dele há duas semanas. O dinheiro no valor de R$ 1 mil será dado para qualquer pessoa que der informações precisas e concretas sobre o caso.

continua após publicidade

O caso ocorreu na madrugada de quarta-feira (13), por volta das 1h40, na Rua Juarez Cleve, um homem fingindo mancar foi até o portão da residência dele, retirou um produto químico, agitou e jogou dentro da garagem. A mistura química, com odor forte atingiu o carro, piso e parte da parede da garagem. As imagens foram gravadas por câmeras de segurança.

 

Bombeiro oferece recompensa para esclarecer atentado contra residência fonte: Reprodução
continua após publicidade

 

Bombeiro oferece recompensa para esclarecer atentado contra residência fonte: Reprodução

Assista:

 Bombeiro oferece recompensa para esclarecer atentado contra residência - Vídeo por: Reprodução  

continua após publicidade

Segundo o sargento, o produto químico além de danificar o veículo causou intoxicação nele e em seus familiares. “Eu estava atendendo meu filho (16 anos), que já não estava muito bem de saúde, ouvi um barulho, mas não dei muita atenção. Passado algum tempo, começamos a sentir um cheiro muito forte pela casa. Quando saí constatei que havia sido um atentado. Todos em casa passamos muito mal por causa do cheiro, mesmo depois de ter lavado tudo aqui (garagem e carro) eu vomitei muitas vezes. Passei o dia mal em com muita dor de cabeça”, disse.

O primeiro-sargento não conseguiu identificar o tipo de produto químico que foi lançado na residência. “Um cheiro ácido misturado com creolina, mas devia ter algo mais. Só a creolina não vai fazer o ponto da gente passar tanto mal assim. Uma situação traumática, o prejuízo familiar e emocional foi muito maior”.

Há mais de 25 anos no Corpo de Bombeiros, desses 23 anos em Ivaiporã, o primeiro-sargento Trova ficou indignado com a atitude do autor. “O fato que aconteceu comigo nunca aconteceu com outro bombeiro e me traz espanto. Porque sempre dei atenção a todos e não imagino quem possa ter tido essa atitude”.

continua após publicidade

Trova tem participação efetiva junto a sociedade de Ivaiporã, com diversas ações solidárias pelo município e na região. Ele diz que a recompensa oferecida visa esclarecer um ato covarde, “de quem não tem coragem de vir e resolver qualquer situação pessoalmente. Isso, tem outras pessoas que sabem dessa ação criminosa. Um ato como esse não pode ficar impune”.

Ainda segundo Cleber, a informação pode ser fornecidas anonimamente. “Quem nos informar, além de me ajudar vai estar contribuindo com a justiça. A pessoa pode ficar tranquila que em momento algum vai ser citado o nome dela, porque só vai ajudar na identificação e se for uma informação que realmente levar ao autor, a gente faz a recompensa”, destacou Trova.

Quem tiver informações, pode ligar anonimamente, para 43 99962-0345, ou enviar uma mensagem via Whatsapp. Também pode fazer contato direito com a 54ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Ivaiporã, que investiga o caso.