Ivaiporã

Apac de Ivaiporã ganha novo bloco e dobra capacidade

Com o novo pavilhão a capacidade passa para 82 e poderá receber até 42 detentos do regime fechado e 40 do semiaberto.

Da Redação ·
Obra foi executada com recursos do Governo do Estado e   Prefeitura
fonte: TN Online
Obra foi executada com recursos do Governo do Estado e Prefeitura

O prefeito Miguel Roberto do Amaral, entregou na manhã de terça-feira (29) um novo bloco para o regime semiaberto na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Ivaiporã. A ampliação da unidade prisional humanizada permitirá que mais 40 presos possam ingressar no método 'apaqueano' , onde terão a oportunidade de se recuperarem estudando e trabalhando.

continua após publicidade

O novo bloco que tem área construída de mais de 306 metros quadrados é composta de quatro celas com capacidade para 10 recuperandos cada uma. Também foi construído no local uma sala multiuso, refeitório, pátio de convivência e consultório médico.  

Segundo Miguel Amaral, a obra foi executada com recursos do Governo do Estado, no valor aproximado de R$ 300 mil, por meio da PARANÁCIDADE e contrapartida da Prefeitura de aproximadamente R$ 40 mil.

continua após publicidade

“Temos muito que agradecer ao governador Ratinho Junior que garantiu recursos para esta ampliação da APAC de Ivaiporã. Entidade está que já está se destacando com um trabalho reconhecido no Paraná e no Brasil”, disse Miguel Amaral.

Para o prefeito a importância da ampliação da Apac não está na edificação de um novo prédio e no valor da obra, mas sim no resultado positivo para a segurança pública. “Quando trazemos um condenado para a escola do bem, que é a Apac, que tem 97% de índice de ressocialização, estamos fazendo um bem também para a sociedade. Pois, aqui os internos tem a oportunidade se recuperar estudando e trabalhando, e depois retornarem à sociedade”. 

A advogada Leila Boukhezam presidente da Apac de Ivaiporã explica que o regime semiaberto é muito importante no sistema 'apaqueano', pois é neste regime que eles são preparados para serem reinseridos na sociedade. No sistema Apac os recuperandos do regime fechado realizam trabalhos laborterápicos.

continua após publicidade

“No regime semiaberto eles passam pelo processo de profissionalização e são preparados para serem reinseridos na sociedade. E as pessoas que hoje estão no regime fechado, quando eles progredirem de regime já virão para este bloco”.

Ela explica ainda que o presos das ações originárias que forem condenados a regime semiaberto pagarão as penas no novo bloco do semiaberto da Apac. “Esse condenados não mais utilizarão tornozeleiras, eles virão para cá. Enquanto tiver vagas eles virão cumprir pena aqui”, completa Leila.

Capacidade 

continua após publicidade

A Apac de Ivaiporã começou a receber internos em março de 2017. Até a entrega do novo pavilhão a unidade da cidade tinha capacidade para 42 recuperandos. Atualmente encontra-se com 21 internos do regime fechado e 10 do semiaberto.  

Com o novo pavilhão a capacidade passa para 82 e poderá receber até 42 detentos do regime fechado e 40 do semiaberto.

A APAC é uma unidade de cumprimento de pena que funciona em um sistema diferenciado com administração da comunidade e ênfase na recuperação dos condenados, com oferta de ensino, cursos e atendimento humanizado. 

 

Apac de Ivaiporã ganha novo bloco e dobra capacidade fonte: TN Online
Tags relacionadas: #Apac #Capacidade #IVAIPORÃ