Vale do Ivaí

Galo apreendido pela PM em Ivaiporã poderá ser doado

A equipe do meio ambiente ainda não encontrou o proprietário para realizar a notificação.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Galo apreendido pela PM em Ivaiporã poderá ser doado
Galo apreendido pela PM em Ivaiporã poderá ser doado

O galo que virou caso de polícia neste final de semana em Ivaiporã, no norte do Paraná, poderá ser doado, caso o proprietário não faça o resgate, informou nesta segunda-feira (07) a diretora do Departamento Municipal de Meio Ambiente, Denise Kusminski.

continua após publicidade

"A ave foi recolhida pela equipe de meio ambiente e levada para um local adequado. O proprietário vai ser notificado para retirar o galo em até 5 dias. Caso isso não ocorra, será realizada a doação da ave", explicou.

De acordo com Denise, a equipe já esteve duas vezes na residência do proprietário e ainda não o encontrou para realizar a notificação. "Se ele fizer a retirada no prazo, será advertido para acomodar a ave em local adequado para que não perturbe a vizinhança, por ser área urbana", disse.

continua após publicidade

Veja:

 O galo que virou caso de polícia neste final de semana em Ivaiporã poderá ser doado, caso o proprietário não faça o resgate, informou nesta segunda-feira (07) a diretora do Departamento Municipal de Meio Ambiente, Denise Kusminski. - Vídeo por: tnonline  

O caso

continua após publicidade

A Polícia Militar (PM) de Ivaiporã, no interior do Paraná, precisou lidar com um fato inusitado na madrugada de domingo (6).

Um morador da Rua Agripina Maria Pedro, na Vila Santa Terezinha, representou contra o dono de um galo por perturbação de sossego. O galo foi apreendido. 

No local, por volta das 2h40, uma pessoa chamou a PM e disse que o vizinho mantém um galinheiro nos fundos da casa, onde um galo estava perturbando, tirando seu sossego.

continua após publicidade

O homem ainda contou que já conversou com o dono do galo, mas que ele não tomou providências.

Diante da representação criminal contra o responsável pelo galo, a equipe apreendeu a ave e lavrou o Termo Circunstanciado contra o autor.