Vale do Ivaí

Ex-dono de galo 'preso' em Ivaiporã ganha casa nova

Morador de uma casa de madeira na Vila Santa Terezinha, ele virou alvo de uma ação solidária que mobilizou uma série de empresários da cidade.

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O servente de pedreiro Élcio Antunes da Silva, 51 anos, ex-dono do galo que ganhou fama nacional depois que foi apreendido por cantar de madrugada, recebeu nesta sexta-feira (18) a tão sonhada casa nova, em Ivaiporã, na região central do Paraná.

continua após publicidade

Morador de uma casa de madeira na Vila Santa Terezinha, ele virou alvo de uma ação solidária que mobilizou uma série de empresários da cidade que garantiram a doação dos recursos necessários para construção da nova moradia.

Participaram da campanha a Comercial Ivaiporã que dou os materiais de construção, Formigão Tintas que doou as tintas para a pintura, OL Construtora que ajudou na mão de obra. A rede de lojas MM arrematou o galo em leilão por R$ 10 mil. O valor foi revertido para a compra de móveis da nova casa.

continua após publicidade

A campanha também teve a participação da bióloga Denise Kusminski, diretora do Departamento de Meio Ambiente do município, que criou uma campanha na Vakinha Virtual “Ajude a melhorar a casa do dono do Galo de Ivaiporã” e arrecadou cerca de R$ 4 mil que foi utilizado para serviços de mão de obra.  O projeto da nova moradia foi realizado pelo arquiteto Gerson Cabral dos Santos. Seo Élcio também recebeu da lojas Bellos Pés Calçados quatro meses de cestas básicas.

Demonstrando muita felicidade, seo Élcio agradeceu os colaboradores. “Foi uma providência de Deus e agradeço todos que colaboraram”.  Já na nova moradia era possível ver outras aves que seo Elso pretende criar na nova casa. Porém, ele garante que vai procurar a Prefeitura para saber como proceder, disse também que não pretende arrumar mais confusão.  “Quero Paz!”, destacou.

Conforme o gerente da loja matriz, Edson Maia, a decisão de doar os materiais de construção partiu da direção da rede Comercial Ivaiporã, sensibilizados com a situação de moradia do servente de pedreiro. 

continua após publicidade

“Estamos muito felizes por estarmos realizando este sonho do seo Élcio, a casa ficou bem bonita e podemos perceber a felicidade dele. Isso para nós da Comercial Ivaiporã é uma grande satisfação”, destacou.

O empresário Elias Belarmino da Silva dono da loja Studantil que foi um dos organizadores da campanha também se mostrava muito satisfeito com o resultado final. Ele lembrou que logo após a apreensão havia comprado o galo para ajudar Élcio.

“Ele vendeu para mim por R$ 200,00. Aí houve toda uma repercussão e pensei que poderia fazer algo melhor. Fizemos o leilão que arrecadou R$ 10 mil e depois com o pessoal que está aqui resolvemos fazer essa casa. E hoje se realizou o sonho dele. Que sirva de exemplo, parda que mais pessoas possam também fazer esse trabalho”, disse Elias que também colaborou com parte dos custos da mão de obra.

continua após publicidade

Pedro Tecachuk,  gerente de Ivaiporã das lojas MM disse que o galo famoso se encontra em  Ponta Grossa. “Está em uma chácara da empresa junto com outras aves, onde é muito bem cuidado. Virou garoto propaganda da empresa”, completou Tecachuk.

 Relembre o caso

continua após publicidade

 Na madrugada de domingo, 6 de junho do ano passado, a Polícia Militar (PM) de Ivaiporã precisou lidar com um fato inusitado, depois que um morador da Rua Agripina Maria Pedro, na Vila Santa Terezinha, decidiu representar contra o vizinho  Élcio Antunes da Silva, dono de um galo por perturbação de sossego.

No local, por volta das 2h40, o vizinho relatou aos policiais que seo Élcio mantinha um galinheiro nos fundos da casa, onde um galo lhe perturbava o sossego.  O vizinho já havia conversado com o proprietário, mas que este não tomou providências. Diante da representação criminal contra o responsável pelo galo, a PM apreendeu a ave e lavrou o termo circunstanciado.

Após a apreensão, o galo foi levado para um abrigo provisório providenciado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e foi librado após seo Élcio arranjar um novo lar para a ave.

Por Ivan Maldonado.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News