Vale do Ivaí

Estiagem e alto consumo afetam abastecimento no Vale do Ivaí

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Estiagem e alto consumo afetam abastecimento no Vale do Ivaí
fonte: Imagem ilustrativa
Estiagem e alto consumo afetam abastecimento no Vale do Ivaí

A estiagem prolongada e as altas temperaturas estão afetando o abastecimento de água em vários municípios do Vale do Ivaí. Em Lunardelli, Mauá da Serra e Faxinal o aumento do consumo e a redução do volume dos mananciais já causa falta de água em determinados períodos. Outros municípios também estão em situação de alerta.

continua após publicidade

Segundo a Sanepar, nos três municípios o aumento do consumo é de 20% nos últimos dias. Em Lunardelli, o Córrego Barreiro apresenta redução no volume de água de cerca de 15%. Em Mauá da Serra, os poços perderam em torno de 30% da capacidade de produção e em Faxinal, a perda de produção de água do poço e da mina chega em 20%.Em Apucarana, Califórnia e Grandes Rios também foi registrado aumento no consumo e problemas de abastecimento. Em Apucarana a produção no mês de setembro foi 10% superior à do mês de agosto. Em Califórnia a alta na demanda chega a 15% nos finais de semana, mesma situação observada em Grandes Rios. Segundo a Sanepar, nessas localidades pode ocorrer falta d’água temporária em horários de pico de consumo.Para amenizar a situação, serão disponibilizados caminhões-pipa para auxiliar no abastecimento de demandas emergenciais. A orientação da empresa é para que seja priorizado o uso para alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize.

ESTIAGEM

continua após publicidade

A estiagem que já dura um ano no Paraná, com mais intensidade na região Leste (RMC e Litoral), não deve dar trégua até a primavera. A previsão do Simepar é que ela se prolongue, pelo menos, até as próximas chuvas de verão, entre dezembro e fevereiro do ano que vem.

Tags relacionadas: #ABASTECIMENTO #ÁGUA #seca #VALE