Vale do Ivaí

Dois motoristas são presos por embriaguez ao volante, no Vale do Ivaí

Duas ocorrências foram registradas no domingo (10), uma em Kaloré e outra em Cambira. Os dois homens, embriagados, foram presos

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem Ilustrativa - O teste de etilometria foi aplicado pelos Policiais Militares
fonte: Reprodução foto: Pixabay
Imagem Ilustrativa - O teste de etilometria foi aplicado pelos Policiais Militares

Duas pessoas foram presas neste domingo (10) pela Polícia Militar por embriaguez ao volante. Um caso foi registrado em Kaloré e outro em Cambira.

continua após publicidade

Em Kaloré, a Polícia Militar foi acionada por populares, durante o patrulhamento de rotina no centro da cidade. Algumas pessoas chamaram a atenção da equipe para um homem que estaria dirigindo embriagado. Os policiais localizaram o Gol e abordaram o motorista, em visível estado de embriaguez. Durante a abordagem o homem tinha dificuldades para falar e para ficar em pé, ainda se mostrou desorientado e tentava voltar para o veículo.

Ao realizar buscas no veiculo, os policiais encontraram sob o bando do motorista 10 cartuchos de arma de fogo, calibre 22. A equipe policial fez o exame etilométrico, que teve resultado de 0,87mg/litro, o que tipifica como crime de trânsito.

continua após publicidade

O motorista recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Jandaia do Sul para as providências legais.

OUTRO CASO

continua após publicidade

A outra ocorrência de prisão por embriaguez ao volante foi registrada em Cambira, às 21 horas, também neste domingo (10).

Após uma colisão frontal entre uma motocicleta e um veículo, a polícia foi ao local. O condutor da motocicleta, com fraturas, foi atendido pelo Samu e levado ao Hospital da Providência, de Apucarana.

Já o motorista do veiculo, uma Saveiro verde, foi preso em flagrante. Com sintomas de embriaguez, o condutor foi submetido ao teste etilométrico, com resultado de 1,12mg/l, quase quatro vezes acima do limite legal, caracterizando o caso como crime de trânsito.

O veículo não estava com a documentação em dia e foi entregue para familiares do condutor, que foi preso e encaminhado para a 17ª Subdivisão Policial, em Apucarana.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News