Com aumento de casos, municípios endurecem medidas contra a Covid-19 - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

VALE DO IVAÍ

Com aumento de casos, municípios endurecem medidas contra a Covid-19

Foto por
Escrito por Cindy Santos
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Municípios da região tomaram medidas mais duras contra o novo coronavírus, após aumento expressivo de casos na região. Em apenas três dias - entre sábado (20) e segunda-feira (22) - os diagnósticos positivos passaram de 302 para 415, um crescimento de 113 (37%). Prefeitos de Apucarana, Arapongas, Borrazópolis, Cruzmaltina e Grandes Rios publicaram novos decretos com novas restrições e regras para o enfrentamento da pandemia.

Com o aumento de casos nos municípios vizinhos o prefeito de Borrazópolis, Adílson Lucchetti, publicou um novo decreto nesta terça-feira (23), estabelecendo multa aos comerciantes que desrespeitarem as medidas de proteção cotra a Covid-19. O valor pode varias entre R$ 500 a R$ 10 mil dependendo da gravidade. Além disso, o toque de recolher ficou estabelecimento das 20 horas até as 5 horas, com multa de R$ 100 a quem desobedecer a ordem. O decreto reforça a necessidade do uso de máscaras e padroniza o funcionamento do comércio das 8 horas até as 18 horas. Clique aqui e confira o decreto. 

Na segunda-feira (22), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) chegou a divulgar o primeiro caso de coronavírus em Borrazópolis. Contudo, no boletim desta terça-feira (23), a Sesa retificou que  trata-se de uma ex-moradora do município que vive em Maringá. Portanto o caso foi transferido para Maringá. 

Com nove casos de Covid-19, um novo decreto foi publicado em Cruzmaltina impondo regras mais rígidas para todos os estabelecimentos comerciais. O documento foi redigido em tópicos, destacando as medidas de acordo com cada ramo de atividade. Clique aqui e leia o decreto na íntegra. 

Em Grandes Rios, a prefeitura também decretou toque de recolher das 21 horas até às 6 horas, além da proibição de eventos públicos e privados. Sobre os estabelecimentos comerciais, o decreto prevê notificação e até fechamento para aqueles que descumprirem as ordens, como evitar aglomeração, funcionar com 50% da capacidade total, respeitar o distanciamento mínimo de 1,5 metro, e outras medidas como uso de máscaras e álcool gel. Clique aqui e leia o documento na íntegra. 

APUCARANA E ARAPONGAS
Em Apucarana, a prefeitura também adotou medidas mais duras e proibiu a venda de bebidas alcoólicas após as 22 horas até as 6 horas. Também está proibido o consumo de bebidas nas vias públicas no mesmo período. 

Em Arapongas, o prefeito Sérgio Onofre, assinou nesta terça-feira (23) o decreto 390/20, determinando que restaurantes, lanchonetes, bares, conveniências e similares poderão atender ao público somente até as 22 horas. Não se aplica a limitação de horário prevista no decreto para atendimento de serviços de entrega (delivery), atividades de e-commerce e drive thru (retirada rápida). 

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Com aumento de casos, municípios endurecem medidas contra a Covid-19"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.