Vale do Ivaí

Atendimento a pessoas com sintomas gripais registram recorde

Foram atendidos mais de 2.5 mil pacientes com sintomas gripis em janeiro. Em dezembro foram 250 pessoas

Da Redação ·
Centro Municipal de Saúde de Ivaiporã
fonte: Assessoria de Imprensa - Prefeitura de Ivaiporã
Centro Municipal de Saúde de Ivaiporã

O Departamento de Saúde da Prefeitura de Ivaiporã contabilizou recorde de atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em janeiro – ultrapassando 7 mil pacientes. Desse total, 2.500 apresentaram sintomas gripais.

continua após publicidade

Para se ter uma noção, em dezembro, foram atendidos aproximadamente 250 pacientes com sintomas gripais. Em janeiro, o número aumentou 10 vezes. Além disso, muitos profissionais da saúde adoeceram e se afastaram do trabalho, o que causou a redução das equipes.

“O cenário é nacional. A maioria dos Estados confirmou surto de gripe e casos de Covid-19. Basta acompanhar os noticiários e constatar. Infelizmente, em Ivaiporã, não conseguimos oferecer o atendimento que gostaríamos, porque as equipes adoeceram – sem mencionar o esgotamento mental e físico, e a falta de paciência de alguns pacientes, gerando desconforto no atendimento”, desabafou a diretora do Departamento de Saúde, Cristiane Pantaleão.

continua após publicidade

Também há preocupação com os pacientes hipertensos, diabéticos ou gestantes, que deixam de procurar as UBS devido à lotação. A expectativa é que, a partir da próxima semana, os casos de Covid-19 comecem a diminuir, o que refletirá na redução de atendimentos nas UBS. “Com a queda nos casos de Covid-19 os profissionais conseguirão voltar a atender a população com melhor qualidade”, avisou Cristiane Pantaleão, informando que foram contratados médicos para as UBS que não tinham os profissionais à disposição.

Cristiane Pantaleão reforçou que é essencial manter as medidas preventivas, tais como o uso de máscara e a higienização frequente das mãos – além da vacina contra Covid-19 ou Influenza. “Desta forma, será possível conter os sintomas gripais ou os casos positivos de Covid-19”, preveniu.