TribunaPlay

Máquinas de escrever resistem ao tempo em Apucarana; veja

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Na era dos modernos smartphones, tablets e computadores, as máquinas de escrever parecem coisa de museu. Com a velocidade dos avanços tecnológicos, não deixam de ser. No entanto, esses velhos instrumentos mecânicos para publicação de documentos, relatórios e outras informações resistem ao tempo. Apucarana ainda conta com uma loja especializada no conserto desses “dinossauros”. Com quase 50 anos no mercado, a Somaq Máquinas em Apucarana atende saudosistas e também pessoas que ainda utilizam as máquinas de datilografia profissionalmente. Vagner Novo Soares, filho do proprietário e um dos pioneiros na área na cidade, Alexandre Soares, conta que o número de consertos varia muito. “Neste mês, recebemos quatro máquinas de escrever”, comenta, mostrando no balcão uma máquina arrumada. “Esse cliente, por exemplo, traz todos os anos a máquina dele para fazer manutenção”, emenda.

  Na era dos modernos smartphones, tablets e computadores, as máquinas de escrever parecem coisa de museu. Com a velocidade dos avanços tecnológicos, não deixam de ser. No entanto, esses velhos instrumentos mecânicos para publicação de documentos, relatórios e outras informações resistem ao tempo. Apucarana ainda conta com uma loja especializada no conserto desses “dinossauros”. Com quase 50 anos no mercado, a Somaq Máquinas em Apucarana atende saudosistas e também pessoas que ainda utilizam as máquinas de datilografia profissionalmente. Vagner Novo Soares, filho do proprietário e um dos pioneiros na área na cidade, Alexandre Soares, conta que o número de consertos varia muito. “Neste mês, recebemos quatro máquinas de escrever”, comenta, mostrando no balcão uma máquina arrumada. “Esse cliente, por exemplo, traz todos os anos a máquina dele para fazer manutenção”, emenda. - Vídeo por: tnonline  

continua após publicidade