Mais lidas
Ver todos

    Saúde

    Estado do Rio de Janeiro confirma primeira morte por raiva desde 2006

    Foto por
    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) informou hoje (17) que confirmou a primeira morte por raiva no estado desde 2006. A vítima foi um adolescente de 14 anos, que foi mordido por um morcego em Angra dos Reis, no sul do estado.

    Segundo a SES, o adolescente foi mordido pelo animal no fim de janeiro e não recebeu doses da vacina antirrábica. Em 22 de fevereiro, ele apresentou os sintomas da doença, que o levaram à internação em 7 de março.

    Cinco dias depois de ter sido hospitalizado, ele foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ), onde a doença foi confirmada em 20 de março, por meio de exame de sangue. O adolescente morreu em decorrência da doença em 30 de março.

    No dia 10 de junho, a secretaria estadual realizou uma reunião com representantes das 92 secretarias municipais de saúde. No encontro, foi reforçada a necessidade de manter as equipes  locais de vigilância capacitadas.

    Um informe foi encaminhado na última segunda-feira (15) aos municípios fluminenses, alertando sobre os protocolos do Ministério da Saúde (MS) para evitar casos de raiva.   

    "A SES ressalta que há indicativo no MS que haverá envio de vacina antirrábica animal para realização da campanha até novembro", informa o comunicado.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Designer apucaranense Uelinton Campagnola executou um trabalho recentemente para o DJ Alok

    Deixe seu comentário sobre: "Estado do Rio de Janeiro confirma primeira morte por raiva desde 2006"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.