Revista UAU!

Richard de Oliveira fala sobre futuro dos investimentos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Richard de Oliveira fala sobre futuro dos investimentos
fonte: Divulgação/Assessoria
Richard de Oliveira fala sobre futuro dos investimentos

Richard Silva de Oliveira, empresário no ramo de e-commerce e investidor que visa lucro em investimentos seguros, percebeu a necessidade de aprender  sobre finanças descentralizadas ao descobrir que o futuro está fadado a  liberdade e a segurança do capital, e é claro, sempre visando o lucro e a  valorização dos ativos. 

continua após publicidade

Nascido e criado na periferia de São Paulo, tornou-se empresário durante a  formação de Engenharia Civil quando foi obrigado a aprender sobre finanças  para controlar e investir seu dinheiro e o caixa da empresa com segurança já  prevendo o futuro. 

“Não deixei a situação me abalar e continuei com os estudos. Tive que  aprender tudo do mundo das finanças para poder investir meu dinheiro. Hoje  atuo em diversas lojas 100% digitais apenas na inteligência estratégica e  financeira do Business”, conta Richard.  

continua após publicidade

Segundo o empresário, hoje, todas as transações realizadas com dinheiro são  monitoradas pelo Banco Central. O estado quer controlar minuciosamente o  dinheiro de cada pessoa física e jurídica para que essas pessoas sejam  taxadas, ou melhor, roubadas.  

De certa forma, o controle estatal sobre o dinheiro pode ser visto como algo  bom, pois impede que pessoas comprem coisas ilícitas para realizar atividades  consideradas proibidas, porém, não é o que acontece na prática. Nada impede uma pessoa usar o dinheiro para comprar o que bem entender, ou seja, não é  possível rastrear o dinheiro em espécie. O controle estatal passa a ser péssimo  a partir do momento em que taxa tudo que cada indivíduo compra e vende,  sendo tais taxas, muitas das vezes, desviadas e servidas como propina para  determinados políticos. 

Independente da posição politica individual é preciso concordar que o ser  humano veio ao mundo para ser livre, só que, se todos forem livres e o dinheiro  for totalmente descentralizado, o que aconteceria com o estado? Não teria  necessidade, assim como já não tem, de 90% dos cargos atuais de políticos  que alegam que seus salários são baixos, tendo assim que desviar impostos. 

continua após publicidade

O dinheiro papel, ou, melhor dizendo, a moeda estatal, está sendo substituída por criptoativos descentralizados. Esses criptoativos são mais seguros do que  comprar um terreno como reserva de valor ou até mesmo o ouro, isso porque  quando se compra um terreno o estado ainda detém poder sobre o bem, o que  não acontece com os ativos criptografados. 

Os criptoativos são ativos digitais criptografados sob a tecnologia blockchain, o  que torna esses ativos digitais descentralizados, ou seja, irrastreáveis. E  existem vários ativos digitais que são totalmente descentralizados, como o  bitcoin, por exemplo, que atualmente é a moeda top número 1 do  coinmarketcap, detendo mais de US$1 trilhão de capitalização no mercado na  presente data. 

O bitcoin é a moeda de mais valor, não só por ser a primeira criptomoeda a ser  criada e comercializada, mas por ser um ativo que está ficando cada vez mais  forte em suas primeiras camadas dentro da Blockchain, além de sua escassez,  dada por sua quantidade limitada de mineração. O limite de bitcoin é de 21  milhões de unidades, onde, hoje, está em 18,8 milhões já minerados. 

continua após publicidade

“Ninguém precisa achar que se trata de um bicho de sete cabeças entrar no  mercado de ativos descentralizados, pois há diversos sites seguros para OTC,  negociação de balcão de criptomoedas. Basta ter uma carteira física e entrar  em uma negociadora de OTC para comprar ou para vender. Há também um 

jeito mais fácil que é comprar em corretoras, porém, dessa maneira o estado  ainda tem o controle sobre seu dinheiro”, explica Richard. 

“É incrível o que o novo mercado está trazendo. Hoje existe até país que  adotou o bitcoin como moeda principal. El Salvador é pioneiro nesse assunto e  está anos luz a frente de qualquer país quando se trata de finanças  descentralizadas. É o mercado futuro do dinheiro e dos investimentos, ativos  digitais, com liberdade e segurança”, encerra Richard.  

Para conhecer mais sobre o assunto o instagram de Richard é  @richardssoliver

 

Richard de Oliveira fala sobre futuro dos investimentos fonte: Reprodução