Revista UAU!

Pernalonga completa 80 anos, “O que que há, velhinho?”

Pernalonga completa 80 anos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Pernalonga completa 80 anos, “O que que há, velhinho?”
fonte: Reprodução
Pernalonga completa 80 anos, “O que que há, velhinho?”

Em julho, o personagem Pernalonga completa 80 anos. O famoso coelho, conhecido no mundo todo pela frase “O que que há, velhinho?”, é um dos personagens mais importantes da história da animação. 

continua após publicidade

A primeira aparição oficial de Pernalonga foi registrada em 27 de julho de 1940, no filme A Wild Hare. Porém dois anos antes, o mesmo estúdio de Leon Schlesinger, teria produzido Porky's Hare Hunt, um curta animado com características semelhantes. 

Mesmo com muitas diferenças entre os personagens do curta de 1398 e do filme de 1940. O coelho ainda era conhecido pela genética semelhante a de Happy Rabbit e o caçador que vivia a evoluir para ser o Hortelino, apresentava características muito mais próximas a de um porco do que a de um humano. 

continua após publicidade

O diretor Tex Avery, foi o responsável pela evolução dos personagens. No fim da década de 1920 e começo a década de 1930, Avery trabalhou na produção dos filmes do Oswald, O Coelho Sortudo, uma das primeiras invenções de Walt Disney. Produção que seria o início do Mickey e também do Pernalonga. 

Em 1930, Avery sofreu um grave acidente, resultando na perda da visão de um dos olhos e sua percepção de profundidade. Muitas pessoas acreditam que essa tragédia serviu como uma vantagem e alavancou a carreira do animador. 

O animador conseguiu contornar as limitações que tinha e começou a inovar na forma de animação por meio do exagero e na distorção dos personagens. Técnica usada tanto no Pernalonga como em outras criações do Looney Tunes. 

continua após publicidade

Pernalonga surgiu em um período complicado, durante a 2° Guerra Mundial. Assim, era difícil mantê-lo afastado dos acontecimentos causados neste período histórico. Além dele, outros personagens foram adequados e adaptados nesse tempo. 

O Capitão América dava um soco em Hitler na capa de sua primeira edição, o Pato Donald vivia sob o jugo do nazismo em um de seus filmes e o Pernalonga também foi usado como peça de propaganda de guerra, em filmes como Bugs Bunny Nips the Nips (1944) e Herr Meets Hare (1945).

Em 1950, Pernalonga incorporou o espírito otimista da época e passou a ser porta-voz do chamado American Way of Life. Na segunda metade do século 20, o personagem integrou diversas mídias, fazendo parte de filmes de sucesso, incluindo inovações estéticas mesclando animação e live action, como Uma Cilada para Roger Rabbit (1988), de Robert Zemeckis, em que Pernalonga faz uma breve aparição, e Space Jam: O Jogo do Século (1996), de Joe Pytka.

continua após publicidade

Recentemente, os personagens clássicos de Looney Tunes, como Pernalonga, Hortelino, Patolino, Marvin, Frajola, Piupiu, entre outros, ganharam uma websérie de curtas animados, inspirados nos filmes tradicionais dirigidos por Avery e outros mestres da animação.

Uma boa pedida para a comemoração dos 80 anos de Pernalonga.


Com Informações: Banda B.