Revista UAU!

Pastora avisou Paulinha Abelha sobre morte: 'Tinha uma cova na frente'

Duas semanas antes de ser internada, Paulinha Abelha procurou por uma pastora para falar sobre um sonho que teve

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Pastora avisou Paulinha Abelha sobre morte: 'Tinha uma cova na frente'
fonte: Reprodução/Redes Sociais

A cantora Paulinha Abelha, da banda Calcinha Preta, foi internada no dia 13 fevereiro, mas, duas semanas antes, a artista procurou a pastora Renallida Carvalho para falar sobre um sonho, no qual Deus a orientava a procurar a religiosa. As informações são do colunista Leo Dias, do Metrópoles. 

continua após publicidade

A pastora concedeu uma entrevista ao colunista e falou que no encontro que teve com Paulinha muitas revelações foram feitas. Umas dessas notícias era sobre o estado de saúde da cantora. “O Senhor falava pra mim: ‘toca no estômago dela'”, revelou.

Ainda de acordo com Renallida, a conversa com a artista ocorreu de forma rápida e espontânea, quando Paulinha realizava um show em João Pessoa, Paraíba, e teve um sonho, onde Deus a orientava a procurar pela religiosa. Por volta de 0h do dia 30 de janeiro de 2022, a vocalista do Calcinha Preta foi ao encontro da pastora, em sua própria residência.

continua após publicidade

Na ocasião, Paulinha estava acompanhada de seu marido, do companheiro de banda Daniel Diau, um amigo e mais um profissional de sua equipe, não reconhecidos por Renallida. De acordo com a pastora, desde o momento em que eles chegaram Deus se revelou e o casal, que havia se afastado de sua relação espiritual, aceitou o convite para “voltar para Jesus”.

Durante o ciclo de orações, Renallida contou que viu cenas muito fortes, que indicavam algo ruim para Paulinha: “Passei para todos na minha sala que tinha uma cova diante dela (…) eu estava orando e repreendendo aquilo”. Ainda durante as orações, a pastora contou que Deus deu alertas de que era para a cantora cuidar da sua saúde e indicou a religiosa que tocasse no estômago dela: “Deus avisou para ela na minha casa”, relembrou.

A pastora ainda contou que a vocalista em momento algum sentiu medo com os avisos, pelo contrário, se sentiu maravilhada e feliz por ter voltado a se aproximar de sua relação espiritual. Na época, Paulinha não se queixava de nenhum sintoma ou algo que pudesse ser um indicativo de problemas em seu estado de saúde.

continua após publicidade

Segundo Renallida, além do sonho, um dos motivos que a levaram até lá foi a vontade de ser mãe. “Ela disse: ‘Pastora, Deus pediu para eu lhe procurar porque tenho algo a lhe dizer, eu tenho o sonho de ser mãe’. (…) Ela não se queixava de nada, mas quando Deus falava ela confirmava tudo, dizendo que tudo na revelação era verdade”, afirmou.

Exatos 24 dias após o encontro, veio a notícia da morte de Paulinha Abelha. A pastora relembrou que durante o velório questionou muito Deus, mas que hoje entende que a aproximação dela com o lado espiritual foi necessária e estava nos desígnios. “Ela falava: ‘eu quero voltar para os caminhos, ficar mais próxima de Deus’ e Ele disse que estava com ela”.

Internação

continua após publicidade

Paulinha Abelha deu entrada no Hospital Primavera, em Aracaju, Sergipe, com problemas renais no dia 13 de fevereiro. Após alguns dias de internação, a cantora não resistiu e morreu

O quadro clínico da artista havia se agravado. Ela foi internada após sentir dores, logo depois de ter chegado em Aracaju de uma turnê com a banda, em São Paulo, e o caso evoluiu para um coma profundo.

Uma campanha de doação de sangue foi realizada para a artista, que passava por hemodiálise. Correntes de orações foram realizadas durante dias por fãs em frente aos hospitais em que ela ficou internada, mas Paulinha não resistiu.

Questionada sobre possíveis sequelas, a equipe médica que a acompanhava chegou a dizer que o maior desafio era “mantê-la viva”.