Revista UAU!

MP investigará cidade onde Zé Neto criticou Anitta

Além da cidade onde o sertanejo criticou Anitta e a Lei Rouanet, outros 23 municípios devem ser investigados

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia MP investigará cidade onde Zé Neto criticou Anitta
fonte: Reprodução/Redes Sociais

A cidade onde o cantor Zé Neto, que faz dupla com Cristiano, se apresentou e fez criticas contra Anitta e a Lei Rouanet, Sorriso, no Mato Grosso, está na mira do Ministério Público (MP). Outros 23 municípios também devem ser investigados. 

continua após publicidade

O procedimento foi aberto nessa quarta-feira (1º) pelo MP, para apurar a informação de que as prefeituras contrataram artistas, entre cantores de música sertaneja e de outros gêneros, com dinheiro dos cofres públicos, para se apresentarem em eventos comemorativos das cidades. 

A ação contra os municípios mato-grossenses se iniciou após a polêmica envolvendo o cantor Zé Neto, ocorrido no dia 13 de maio, em Sorriso. Durante um sh0ow na cidade, o sertanejo disparou críticas contra a Lei Rouanet e a cantora Anitta.

continua após publicidade

"Nós somos artistas que não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. [...] A gente não precisa fazer tatuagem no 'toba' para mostrar se a gente está bem ou não. A gente simplesmente vem aqui e canta, e o Brasil inteiro canta com a gente ”, disse.

O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, diz que serão investigados os seguintes municípios: Gaúcha do Norte, Porto Alegre do Norte, Figueirópolis D’Oeste, Sorriso, Nortelândia, Salto do Céu, Alto Taquari, Novo São Joaquim, Nova Mutum, Sapezal, Canarana, Acorizal, Brasnorte, Água Boa, São José do Xingu, Vera, Barra do Garças, Juína, Querência, Bom Jesus do Araguaia, Santa Carmem, Matupá, Nova Canaã do Norte e Novo Horizonte do Norte.

No caso do município de Sorriso, que também teria patrocinado eventos musicais, o encaminhamento foi feito à 1ª Promotoria de Justiça Cível da comarca.

continua após publicidade

Apesar de criticar o uso de verba pública, a dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano foi contratada pela prefeitura para a festa de 36 anos do município.

No pedido de apuração, Borges determina “a remessa de cópia integral do procedimento gerado a todos os Promotores de Justiça que detenham atribuição na defesa do patrimônio público e da probidade administrativa nas comarcas citadas (...), para conhecimento e providências (...)”.

Com informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News