Revista UAU!

Morte de influenciador que viajava o mundo gera comoção

A morte de Jesse e o companheiro, Shurastey, causou muita comoção na web. O influenciador começou a explorar o mundo, em 2017, ao perceber que "a vida é mais do que ficar esperando"

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Nessa terça-feira (24), o Brasil recebeu a triste notícia de que o influenciador curitibano Jesse Koz, morreu em um acidente de trânsito aos 29 anos, próximo a cidade de Portland, nos Estados Unidos. O acidente ocorreu na segunda-feira (23). 

continua após publicidade

O rapaz era conhecido nas redes sociais por viajar o mundo com seu fusca 1978, com placas de Balneário Camboriú, Santa Catarina. Entretanto, ele não explorava as Américas sozinho: Jesse viajou por cidades dos EUA, Chile e litoral do Brasil, por exemplo, ao lado de seu companheiro, um cachorro da raça golden retriever, chamado Shurastey, de 6 anos. O cãozinho também morreu no acidente.  

No instagram, o perfil deles têm mais 780 mil seguidores. Na conta, Jesse compartilhava fotos das trajetórias que fazia. O influenciador brasileiro e Shurastay têm cliques na Bolívia, Uruguai, Chile, Peru, EUA e outros países. 

continua após publicidade

A ideia de "pegar a estrada" surgiu em 2017, quando Koz, que, à época, morava em Balneário, notou que estava cansado e precisava 'aproveitar a vida'. De acordo com um relato dele, a vontade de explorar o mundo surgiu ao perceber que "a vida é mais do que ficar esperando".

"Queria fazer algo novo, algo diferente, algo que fizesse meu coração vibrar, que eu lembrasse alguns anos à frente e me fizesse sorrir do nada, apenas com a memória de que a minha vida valeu a pena ser vivida.

Me inspirei através do Facebook, no grupo Mochileiros encontrei vários relatos de pessoas que viajam o mundo, sem muita grana, esse detalhe virou uma chave, porque definitivamente eu não tinha grana - de repente viajar começou a se tornar possível e a liberdade pela qual eu sempre busquei estava fazendo o sangue correr mais rápido nas minhas veias, esse foi o impulso - a busca pela liberdade.

continua após publicidade

Não pensei muito, não fiz planos a longo prazo, éramos eu, Shurastey e o fusca Dodongo, pedi demissão do emprego, vendi TUDO o que eu tinha, micro-ondas, tv, e minha única diversão da época um XBOX ONE.

Em três meses eu organizei tudo, ou pensei que organizei, pois é só na prática que a gente aprende, comprei caixa térmica, cadeira, miojos, bolachas, algumas coisas que achei necessárias para viver dentro do fusca e viajar por aí com meu cachorro e companheiro de viagem o Shurastey", disse o influencer em sua página na internet, onde vende produtos caninos. 

A viagem que o jovem fazia era chamada de "Shurastey or Shuraigow?", um projeto inspirado no nome da música "Should I Stay orm Should I Go", da banda The Clash. 

continua após publicidade

Comoção

A morte de Koz e o amigo, Shurastey, gerou muita comoção na web. Famosos e anônimos lamentaram a partida precoce da dupla. 

continua após publicidade

O ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello comentou: "Meu Deussss q coisa mais triste… RIP amigo. Foi um prazer conhecer vcs dois. Sinto muitissimo".

O apresentador Celso Portiolli também lamentou sobre o caso: "Não é possível. Que tristeza". 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Shurastey or Shuraigow? (@shurastey_)

Acidente

A imprensa local informou que o fusca de Jesse teria tentado desviar de um engarrafamento, porém, o rapaz perdeu o controle da direção, invadiu a faixa contrária e colidiu contra um Ford Escape que trafegava pela via.

O motorista do outro veículo sofreu ferimentos e foi encaminhado para um hospital. Jesse e o cão morreram na hora.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News