Revista UAU!

Morre, aos 88, Monarco, símbolo da Portela e do samba

Ele era compositor e líder da Velha Guarda da escola de samba

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Morre, aos 88, Monarco, símbolo da Portela e do samba
fonte: Reprodução/Facebook

Baluarte mais antigo da Portela, Monarco morreu neste sábado (11) aos 88 anos. Desde novembro, o sambista estava internado no Hospital Federal Cardoso Fontes, onde passou por uma cirurgia no intestino e não resistiu às complicações. Integrantes da Portela confirmaram o falecimento ao Globo. Até o momento, não há informações sobre velório e enterro.

continua após publicidade

"Sua última apresentação em público foi onde mais gostava de cantar, em casa, na quadra da Majestade do Samba!", escreveu a diretoria da Portela, em nota publicada logo após a morte. "Na ocasião, participou da edição de outubro da Feijoada da Família Portelense ao lado de seus companheiros de estrada e de vida da Velha Guarda Show".

Referência da escola de Madureira ao lado de nomes da nata do samba, como Paulinho da Viola e Clara Nunes, Hildemar Diniz ficou conhecido por um apelido de infância, que ganhou quando ainda vivia em Nova Iguaçu. Filho do marceneiro e poeta José Felipe Diniz, chegou a ajudar a mãe, separada, nas despesas da casa, vendendo mangas na feira da cidade da Baixada Fluminense.

continua após publicidade

Com informações, ig.

Tags relacionadas: #Música