Revista UAU!

Mitos e verdades: influencer de Apucarana fala sobre vitiligo

A ex-BBB 22, Natália Deodato, diagnosticada aos 9 anos com a doença, também fez um post em seu perfil do Instagram para falar sobre o assunto

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Muitas dúvidas envolvem o vitiligo. Por isso, foi criado o Dia Mundial do Vitiligo, comemora no dia 25 de junho. A data promove a conscientização sobre o tema com o objetivo de reduzir o estigma associado à vivência com a doença.

continua após publicidade

A doença é caracterizada por manchas que se espalham pela pele devido à despigmentação provocada pela ausência ou pela diminuição da melanina. O entendimento errôneo de que o vitiligo é contagioso contribui para o preconceito e a discriminação dos pacientes.

A criadora de conteúdo e conscientizadora do vitiligo Barbarhat Sueyassu, de Apucarana, no norte do Paraná, foi diagnosticada com a doença quanto tinha apenas 4 anos e falou nas redes sociais sobre mitos e verdades que giram em torno do vitiligo. 

continua após publicidade

"O mês da conscientização do vitiligo já passou, mas a conscientização precisa continuar o resto do ano, então bora falar sobre mitos e verdades sobre o tema?", escreveu em seu perfil com mais de 80 mil seguidores no Instagram. 

No vídeo, a influenciadora fala sobre o vitiligo ser ou não ser transmissível. "Isso é mito. O vitiligo não é contagioso, ou seja, uma pessoa não pega a doença, ela desenvolve. Essa é uma das questões mais comentadas", cita. 

Assista o vídeo completo: 

continua após publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Barbarhat Sueyassu (@barbarhat)

A ex-BBB 22, Natália Deodato, diagnosticada aos 9 anos com vitiligo, também fez um post em seu perfil do Instagram com três milhões de seguidores para falar sobre o assunto. "Se sou perfeita? Quem é perfeito? Eu amo as minhas imperfeições, amo meus contrastes, eu amo ser única! Sim! Eu amo meu vitiligo! Muita gratidão e amor por tudo!", escreveu na publicação. 

Veja os posts completos:

continua após publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Natália Deodato - BadNaty 🐆 (@natalia.deodato)

Natália fez outra publicação:

continua após publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Glamour Brasil (@glamourbrasil)

O que é o vitiligo? 

O vitiligo é uma manifestação não contagiosa, autoimune e que pode ser causada por diversos fatores. Embora as causas não sejam totalmente esclarecidas pela comunidade científica, o surgimento pode estar relacionado a uma predisposição genética.

Conforme a Sociedade Brasileira de Dermatologia, fatores externos podem contribuir para o aparecimento ou agravamento das manchas que decorrem da perda gradativa da pigmentação devido à formação de linfócitos 'T' que destroem os melanócitos, células responsáveis pela produção de melanina no organismo.

Aceitação 

A psicóloga Simone Pena Thomal, de Apucarana, fala sobre o processo de aceitação da pessoa com vitiligo. "Se amar e se respeitar, é fácil? Não, pois a mudança não acontece do dia para a noite, mas também não dá para considerar algo impossível. Muito pelo contrário, aos poucos dá para driblar o preconceito e as dificuldades, reunir forças que você adquire durante o  processo terapêutico e transformar tudo isso em combustível para a vida", explica. 

Em segundo lugar, conforme a profissional, é precisa encontrar alguma atividade que dê prazer. "Você precisa obter qualidade de vida, afinal “onde esta seu foco esta sua força?".  Após algumas mudanças de hábito, você percebe que já dá para enfrentar inúmeras situações das quais antes eram impossíveis. Além das questões que citei é preciso se permitir. Seu mundo muda quando você muda", reforça. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News