Revista UAU!

Membro da equipe de 'Law & Order' é morto a tiros no set de filmagem

O funcionário estava no bairro do Brooklyn, onde aconteciam as filmagens da série mundialmente famosa, quando foi morto na manhã desta terça-feira

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
“Law & Order: Organized Crime” é uma série derivada da franquia “Law & Order” e está na sua terceira temporada
fonte: Reprodução
“Law & Order: Organized Crime” é uma série derivada da franquia “Law & Order” e está na sua terceira temporada

Na manhã desta terça-feira (19), um membro da equipe da série "Law & Order: Organized Crime" foi morto a tiros no set de filmagem do seriado, em Nova York, nos Estados Unidos. Conforme a revista "Variety", o funcionário chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

continua após publicidade

De acordo com a imprensa local, o homem de 31 anos, que não teve sua identidade revelada, estava dentro de um carro, em Greenpoint, no bairro do Brooklyn, onde aconteciam as filmagens da série mundialmente famosa, quando um indivíduo desconhecido se aproximou, abriu a porta do veículo e atirou contra o funcionário. O caso aconteceu por volta das 5h15 da manhã e as gravações foram suspensas.

“Ficamos terrivelmente tristes e chocados ao saber que um de nossos membros da equipe foi vítima de um crime esta manhã e morreu como resultado”, disseram a NBC e o estúdio Universal Television em comunicado conjunto. “Estamos trabalhando com a polícia local enquanto eles continuam investigando. Nossos corações estão com sua família e amigos e pedimos que respeitem a privacidade deles durante esse período."

continua após publicidade

“Law & Order: Organized Crime” é uma série derivada da franquia “Law & Order” e está na sua terceira temporada. Na história, Elliot Stabler, interpretado pelo ator Christopher Meloni, antes no elenco de "Law & Order: SUV", é integrante da unidade da polícia de Nova York, que investiga o crime organizado.


Fonte: Informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News