Revista UAU!

Justiça bloqueia R$ 7 milhões de Belo por dívida com Denílson

O cantor de pagode e o comentarista esportivo possuem uma briga judicial desde o ano 2000, quando Denílson processou Belo por quebra de contrato

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
O ex-jogador Denílson era o responsável por gerenciar a banda de pagode Soweto, que tinha Belo como líder
fonte: Reprodução/Redes Sociais
O ex-jogador Denílson era o responsável por gerenciar a banda de pagode Soweto, que tinha Belo como líder

Vinte anos. Esse é o tempo que dura uma briga entre o cantor Belo e o apresentador Denílson. Mas será que, finalmente, há um fim? Isso porque, nesta terça-feira (19), a Justiça de São Paulo mandou bloquear um total de R$ 7 milhões que iriam para a conta do cantor de pagode através de um show ao lado de Thiaguinho, que será realizado no dia 20 de agosto, no Pacaembu.

continua após publicidade

A Vara Cível do Foro de São Bernardo ordenou que os ofícios sejam enviados às empresas que vendem os ingressos de entrada para o show. O tribunal determina que os estabelecimentos devem fazer o depósito judicial de pouco mais de R$ 7 milhões.

A equipe de reportagem do UOL entrou em contato com o advogado de Belo, Marcelo Passos, e o profissional informou que entrou com um recurso, já que entende que o valor é irregular. Passos também explicou que o valor está sob revisão do tribunal e não há bloqueio da receita bruta do evento, mas apenas de parte dos valores que seriam destinados ao artista.

continua após publicidade


Entenda a briga

O ex-jogador Denílson era o responsável por gerenciar a banda de pagode Soweto, que tinha Belo como líder, mas a parceria foi rompida no ano 2000, quando o cantor deixou o grupo para dar início a uma carreira solo.

continua após publicidade

Denílson, então, processou Belo por quebra de contrato. O vocalista foi condenado a pagar uma indenização ao ex-jogador em 2004.

Denílson já cobrou Belo publicamente diversas vezes. Nos podcastas Ticaracaticast e Flow Sport Club, e, até mesmo, em publicação do Thiaguinho com o cantor no Instagram, em 2017, quando o valor já ultrapassava R$ 4,7 milhões. “Só falta aprender a pagar quem ele deve”, escreveu o comentarista esportivo.


Fonte: Informações do Metrópoles.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News