Revista UAU!

Filha de Joelma comenta internação da mãe e dá detalhes do tratamento

Natália Sarraff foi às redes sociais para tranquilizar os fãs da cantora, após Joelma seguir internada devido sequelas da Covid-19

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
O Hospital São Luiz Itaim, onde a cantora está internada, apontou que a artista deve ficar de repouso em casa por 7 dias
fonte: Reprodução/Redes Sociais
O Hospital São Luiz Itaim, onde a cantora está internada, apontou que a artista deve ficar de repouso em casa por 7 dias

Na última terça-feira (07), o colunista Leo Dias noticiou que a cantora Joelma foi internada para tratar de um edema, sequela da quarta vez que pegou Covid-19. Nesta quinta-feira (09), a artista se pronunciou sobre os resultados dos exames e afirmou uma melhora significativa do quadro, com previsão de alta neste fim de semana.

continua após publicidade

A filha da vocalista do Calypso, Natália Sarraff, foi às redes sociais para tranquilizar os fãs a respeito do quadro da mãe, após o diagnóstico apontar também esofagite e gastrite.

“Oi, turminha, tudo bem com vocês? Tô em casa hoje, tá? Vim aqui apenas para tranquilizar todo mundo, graças a Deus! Mamãe tá bem, melhorando cada vez mais. O inchaço tá bem também, tá passando, e cada dia que passa ela tá mais forte, como sempre”, relatou Natália.

continua após publicidade

A filha de Joelma, então, explicou por que a cantora segue internada e o que ela está fazendo para se tratar. “Ela só tem que ficar em observação mesmo para se medicar direito, se alimentar bem, então fiquem despreocupados, beleza? Fiquem com coraçãozinho em paz, tranquilo, que a nossa guerreira continua firme e forte, guerreira como sempre!”.

Em nota, o Hospital São Luiz Itaim, em São Paulo, onde a cantora está internada, apontou que a artista deve ficar de “repouso em casa por 7 dias com alimentação adequada e os cuidados necessários”. A equipe médica que cuida de Joelma ainda afirmou que ela deve ter alta durante o fim de semana.


Fonte: Informações do Metrópoles.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News