Revista UAU!

Erick Dias, empresário de Lord Vinne, alavanca carreira do cantor na pandemia

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Erick Dias, empresário de Lord Vinne, alavanca carreira do cantor na pandemia
Erick Dias, empresário de Lord Vinne, alavanca carreira do cantor na pandemia

Com a atual pandemia muitos negócios foram afetados, entre eles o setor de entretenimento, sendo este um dos últimos a retornar após a crise.

continua após publicidade

Pensando nisso, o CEO da Prayme Eventos vem colocando em prática uma série de estratégias para mudar a saúde da carreira dos seus artistas e utilizar o potencial de suas redes sociais, como exemplo temos o artista Lord Vinne, que precisou remarcar toda a sua agenda de shows.

Erick Dias, que é de Campina Grande, começou a trabalhar no ramo em 2014, aos 21 anos, produzindo as apresentações do início da carreira do humorista e youtuber piauiense Whindersson Nunes, de quem ele é amigo até hoje.

continua após publicidade

Se manter preparado é a chave para o sucesso

A Prayme Eventos vem trabalhando incansavelmente para remarcar toda a agenda de shows de Lord Vinne, mantendo o foco em superar tudo para que ninguém saia no prejuízo, tendo em mente que o mundo do entretenimento será um dos últimos a retomar ao normal.

Prayme Eventos dá um UP na carreia de Lord Vinne

continua após publicidade

A produtora de eventos de Erick Dias, Prayme Eventos, após decidir investir na carreira de Lord Vinne, conseguiu em apenas alguns meses de trabalho alavancar de forma incrível a carreia do cantor, nesses primeiros meses de trabalho o cantor já possui mais de 300 mil reproduções em suas músicas nas plataformas digitais.

Erick Dias, empresário de Lord Vinne, alavanca carreira do cantor na pandemia fonte: Reprodução

Pensando no bem estar de outros artistas que ficaram sem shows durante essa temporada difícil da Pandemia, Erick Dias juntamente com a sua empresa Prayme Eventos estão reunindo alguns parceiros para conseguir ajudar esses cantores, uma vez que muitos chegam até a passar necessidades por não terem shows de suas respectivas bandas.

Tags relacionadas: #negócios #PANDEMIA