Revista UAU!

Do Maranhão para todo Brasil. Veja como influenciadora Rosy Pasti transforma vidas com bom humor

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Do Maranhão para todo Brasil. Veja como influenciadora Rosy Pasti transforma vidas com bom humor
fonte: Reprodução
Do Maranhão para todo Brasil. Veja como influenciadora Rosy Pasti transforma vidas com bom humor

Inspirada por Carlinhos Maia, Rosy Pasti abre o coração e não mede esforços em ajudar ao próximo. E, mesmo com tantas dificuldades, ela mantém o sorriso e mostra como qualquer um de nós pode fazer a diferença!

continua após publicidade

Sua referência é Carlinhos Maia. Seu desejo é sempre ajudar o próximo. Seu método de vida é resumido em uma frase: “Sabe aquela frase: Fazer o bem sem olhar a quem? É isso!” Com todas estas referências, Rosy Pasti se tornou muito além do que uma influenciadora produtora de vídeos no Instagram. Ela mostra que além de seu conteúdo é possível transformar vidas.

Não foi fácil chegar até aqui. Natural de uma cidade do interior do Piauí e atualmente morando em Balsas (MA), ela enfrenta diariamente muitos desafios para manter vivo o sorriso no rosto, tão característicos de suas redes sociais. Para chegar até aqui, ela enfrentou muitos desafios, mas sempre soube manter o otimismo e mobilizar a sociedade para ajudar ao próximo.

continua após publicidade

O momento mais marcante de sua vida, ela recorda, foi quando bateu 100 mil seguidores na Vila do Carlinhos Maia. “Foi bem marcante! E isso aconteceu durante a entrega de uma casa para uma moça acamada. Fazer o bem a alguém, conhecer alguém que admiro e ainda alcançar tantas pessoas foi sem dúvida memorável!

”Atualmente proprietária de um pequeno comércio da região, ela destalha como conseguiu se destacar e ter seu nome reconhecido: “Distribuo cestas básicas, reformo e construo casas com ajuda de micro empreendedores ou cidadãos comuns que se propões em ajudar. Corro atrás de remédios, aparelhos e acessórios hospitalares, cursos e afins”.  Casada com o empresário gaúcho do agronegócio Alexandre Pasti, Rosy tem dois filhos: “Kauã de 8 anos do meu primeiro casamento e Hanna de 2 anos do meu atual casamento. Tenho 25 anos, comecei a trabalhar aos 9 anos, para justificar minha falta de interesses pelos estudos. Já fui babá, faxineira, sacoleira, cozinheira”, conta.

Em busca de um mundo melhor para os filhos, ela faz os itens fundamentais para chegar lá: “Embora eu tenha dado trabalho no quesito Escola para minha mãe, educação é tema primordial dentro da minha casa. Meus filhos estudam em Escola particular e eu procuro ajudá-los e ensiná-los desde cedo sobre a importância do estudo para a vida deles”, finaliza.