Revista UAU!

Dançarina acusa Livinho de racismo e assédio em gravação de clipe musical

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dançarina acusa Livinho de racismo e assédio em gravação de clipe musical
Dançarina acusa Livinho de racismo e assédio em gravação de clipe musical

MC Livinho foi acusado de racismo e assédio na noite de terça-feira (2) pela modelo Raielli Leon. A artista trabalhou com ele na gravação do clipe Esquadrão de Verão, lançado em dezembro de 2017, e revela que o cantor se insinuou e fez piadas com o cabelo crespo dela.

continua após publicidade

"Ele começou a fazer dancinhas obscenas, virado para o meu lado, pegando no saco, como se estivesse sarrando. E fiquei incomodada ali naquele momento. Nem falou comigo o clipe inteiro e do nada fazendo essas brincadeiras. Para confirmar meu incômodo, ele tirou o celular do bolso dele, colocou no meu cabelo, puxou e falou: 'você roubou meu celular, cabelo!'. Eu já incomodada, tirei a mão dele. Quebrou o meu encanto pelo artista", conta.

Raielli, também conhecida como Ray, afirma que a maioria que estava por perto riu da situação e o ato voltou a se repetir. "Ele queria chamar a atenção, deu certo pra ele. Ele repetiu mais duas vezes: pôs a mão no meu cabelo, falou que estava espetando, catou um anel, colocou no meu cabelo, falou que eu tinha roubado o anel dele. E eu inconformada, mandando ele parar", completou.