Cantora gospel afirma que 'fanatismo religioso mata' - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Priscilla Alcântara

Foto por Reprodução/Instagram
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Neste domingo (16), a cantora gospel Priscilla Alcântara, de 24 anos, utilizou suas redes sociais para desaprovar as atitudes dos religiosos que manifestaram em frente ao Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-UPE), em Recife, contra a interrupção da gestação da menina, de 10 anos, vítima de abuso sexual.

A cantora escreveu em seu Twitter que não estava de acordo com a ação feita pelos fiéis e disse:

Ela também relata que "o fanatismo religioso mata".

E completou dizendo que "ninguém irá a proibir de pregar o amor". “Meu ímpeto não pode matar a minha sabedoria. Mas eu juro que vou dar a minha vida pra que Cristo e o Amor sejam representados devidamente. Eu juro. E quando eu estiver fazendo merda, que esse mesmo Cristo me repreenda”, disse a artista.

A criança, de 10 anos, havia recebido o aval da Justiça do Espírito Santo para que pudesse interromper a gravidez. E na noite de domingo, o procedimento foi realizado, causando repercussão nas redes sociais.

Bruna Marquezine também mostrou sua indignação nas redes sociais.

Com informações; Folhapress.

Deixe seu comentário sobre: "Cantora gospel afirma que 'fanatismo religioso mata'"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.