Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Bombeiros evitam fuga em massa da Cadeia Pública de Ivaiporã; assista

.

Cerca de 10 detentos fugiram por volta das 3 horas da madrugada desta sexta-feira (21), da carceragem da 54ª Delegacia Regional de Polícia de Ivaiporã. Os fugitivos cavaram um túnel e saíram no pátio do 1º Subgrupamento Independente do Corpo de Bombeiros que fica localizada ao lado da Cadeia Pública.  A fuga só não foi maior graças à intervenção rápida dos bombeiros que estavam de plantão. 

Conforme informações do sargento Aécio Baia Lopes, durante a noite foi constatado barulhos característicos de ferramentas entre o muro e a carceragem. “Imediatamente, informamos os agentes do Depen. Pouco tempo depois ocorreu a ruptura do muro e logo após, vários passos acelerados saindo nos fundos do quartel”. 

O sargento conta que solicitou que alguns bombeiros que estavam de plantão e tem porte de armas fizessem o uso das armas particulares, para que pudessem conter  a ameaça. “Uma vez que estavam invadindo uma área militar. Foi feito um disparo de advertência e de recuo para que os presos parassem e os que estavam na iminência de saírem do túnel retornassem”. 

Do momento da ruptura da parede até a intervenção dos bombeiros, segundo Aécio, “questão de pouco mais de um minuto, foi o tempo de aproximadamente dez detentos conseguirem realizar a fuga”. 
Um dos fugitivos acabou sendo capturado ainda dentro do pátio do quartel. “Conseguimos cercar ele antes que atingisse a rua. Ele avançou contra um militar que inclusive portava arma de fogo, mas felizmente, o soldado Junior conseguiu conter e imobilizar o fugitivo, sem que fosse necessário o uso da arma”.


De acordo com o delegado Aldair da Silva Oliveira, a cadeia vai passar por uma vistoria e recontagem de presos por Agentes da Seção de Operações Especiais (SOE) de Londrina com apoio da Polícia Militar (PM), ainda nesta sexta-feira. No início do mês, no dia 8, os policiais já haviam evitado uma fuga por um túnel que começou dentro de uma das alas da carceragem e também saia no quartel dos bombeiros. 

“O túnel escavado hoje foi na mesma direção daquela situação anterior. Infelizmente, onde eles procuram sair o nosso poder de vigilância é reduzido, nós fazemos todo o perímetro interno. Mas, eles acabaram saindo no quartel dos bombeiros, e infelizmente não conseguimos interceptar”, disse o delegado. 

A cadeia de Ivaiporã continua superlotada com 170 presos, e capacidade máxima para 70. Para o delegado Aldair um problema que se arrasta há muitos anos e gera transtornos para os policiais e equipe do (DEPEN) Departamento Penitenciário. 

“O Estado do Paraná há muito tempo está em débito com a questão carcerária e que tem proporcionado essa situação. Perde a sociedade, porque os vizinhos em volta da delegacia convivem com medo, perde a Polícia Civil que tem uma boa parte do seu efetivo deslocado para fazer essa vigilância, perde a PM que tem que empenhar o pessoal na recaptura de preso, perde todo mundo”. 




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber