Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Jardim Alegre faz mutirão de orientação contra o mosquito transmissor da dengue

.

A cidade até o final da tarde de ontem já tinha contabilizado 16 casos confirmados de dengue. (Foto: Ivan Maldonado)
A cidade até o final da tarde de ontem já tinha contabilizado 16 casos confirmados de dengue. (Foto: Ivan Maldonado)

A Prefeitura de Jardim Alegre, através da Secretaria de Saúde iniciou hoje (28), um mutirão contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue. Cerca de 30 pessoas, entre eles agentes de endemia, agentes comunitários de saúde, pessoal da vigilância sanitária e servidores de outras secretarias participam do mutirão que será realizado nos próximos dias em toda a cidade. 

Na região os municípios vizinhos de Ivaiporã e Godoy Moreira tem situação de epidemia de dengue. Considera-se epidemia quando o número de casos ultrapassa 300 casos por 100 mil habitantes.  

Conforme a secretaria de saúde Silvia Bovo de Jardim Alegre, até o final da tarde de ontem (27), o município registrava 16 casos confirmados da doença. Os trabalhos foram iniciados no conjunto habitacional José Pachulski. “Iniciamos por aqui porque o foco maior de notificação está sendo aqui no José Pachulski e depois será dado continuidade por toda a cidade”, explica.
 
 Alizete Bana coordenadora de endemias do município disse que o mutirão tem como principal objetivo a conscientização e orientação, e ainda recolhimento de recicláveis que acumulam água propícios a instalação de criadouros do mosquito da dengue, tais como, garrafas pet, pneus, dentre outros. 

“Estamos fazendo o trabalho de orientação, conversando com o moradores para que eles eliminem os criadouros de mosquito da dengue e para que nos ajudem. Não vamos limpar quintal, os moradores são os responsáveis pelos seus quintais. Então é muito importante que todos façam a sua parte, para que o mosquito não prolifere mais, colocando em risco a vida da população”, relata Alizete.
 
Ainda segundo a secretaria Silvia, nos próximos dias a Vigilância Sanitária estará retornando as casas verificando as situações encontradas hoje, e que podem ser favoráveis a proliferação do mosquito da dengue, como terrenos baldios e quintais com mato alto, fossas abertas, dentre outros. 

“As orientações estão sendo de casa em casa, e se nós voltarmos com a vigilância e se o proprietário não fez nada a respeito para que o mosquito não prolifere, ele será notificado”, relata Silva. 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber