Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Foliões da fé percorrem Ivaiporã, veja vídeo

.

A parada para o almoço foi no Sítio São Paulo, na localidades de Severiano, no distrito de Jacutinga. (Foto/Vídeo: Ivan Maldonado)
A parada para o almoço foi no Sítio São Paulo, na localidades de Severiano, no distrito de Jacutinga. (Foto/Vídeo: Ivan Maldonado)

A Folia de Reis, uma antiga tradição católica ligada às comemorações de Natal que tem percorrido casas nos sítios e no quadro urbano de Ivaiporã, no centro do Paraná tem emocionado os devotos. A festa no município é comandada pela Companhia de Reis Ireno Custódio Teixeira há 61 anos e conta com mais de 70 foliões, de várias cidades do Paraná e também de outros estados. Durante o período de seis dias da festa, a intenção da companhia é visitar mais de 100 famílias.  

Na manhã de ontem (2) após percorrer várias propriedades rurais, a parada para o almoço foi no Sítio São Paulo, na localidades de Severiano, no distrito de Jacutinga.  

O proprietário Roberto Bertoncine e os familiares foram agradecidos pelos foliões com modas de viola e danças. “Comecei a participar quando tinha 17 anos, até já me vesti de “Bastião”, fiquei alguns anos sem participar, e senti muita falta. Mas depois entrei em contato com o pessoal da companhia e agora todos anos recebemos a festa aqui em casa.  Esse é o terceiro ano que faço o almoço, e é muito gratificante”. 

O mecânico Flávio Cesar Azenha morador na cidade de Cambé participa pela segunda vez da festa dos Três Reis. “Eu vim no ano passado e gostei bastante, também é muito emocionante, aí esse ano não teve como não retornar. Voltei com a família toda e espero voltar sempre”, disse Azenha.  

A gerente da companhia Helena Teixeira Boscardin explica que a festa celebra o nascimento de Jesus Cristo e o momento, quando os três reis magos foram visitá-lo levando presentes. “É uma tradição religiosa muito verdadeira aqui em Ivaiporã.  Uma festa repleta de religiosidade e significados cristãos”. Para Helena, a beleza da Folia de Reis está na musicalidade cantada em versos por vários músicos que tocam diversos instrumentos, tais como, violão, cavaquinho, tambores e sanfona, dentre outros. 

Além das músicas, outro destaque que chama atenção no grupo são as figuras dos Bastiãos (palhaços), personagens mascarados da Folia de Reis.  Eles representam os soldados de Herodes que foram a Belém mascarados a procura do menino Jesus. Quando encontraram Jesus, se arrependeram, ajoelharam, tiraram as máscaras e adoraram o menino Jesus. 

Luidson Luiz de Souza Junior está na companhia desde que nasceu há 25 anos, ele já teve várias funções e há quatro anos assumiu o personagem de bastião.  “A folia faz parte da minha vida. Se não passar esses seis dias com a companhia parece que tem algo faltando para o resto do ano.   A função do bastião é proteger a bandeira, por onde a bandeira vai a gente está junto protegendo”, explica Junior.  

O encerramento da caminhada será na segunda-feira (6), quando se comemora o Dia de Reis, a partir das 16 horas, na capela da Diaconia Santos Reis, no Jardim Belo Horizonte.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber