Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Crimes de roubo reduzem 27% no Vale do Ivaí

.

A área da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, que atende a todos os 26 municípios do Vale do Ivaí, registrou queda no número de crimes contra o patrimônio no período de janeiro a setembro de 2019, no comparativo com o mesmo período do ano passado. O destaque ficou por conta dos roubos, que diminuíram 27% na região. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (Sesp) do Paraná.

De acordo com o relatório, a queda geral dos crimes desta natureza na região foi de 4,76%. Foram registrados em toda a região 5.819 crimes contra o patrimônio de janeiro a setembro de 2018, contra 5.542 no mesmo período de 2019, 277 crimes a menos.O crime contra o patrimônio que apresentou a maior queda na região foi o roubo. De acordo com os dados da Sesp, de janeiro a setembro de 2018 foram registrados 599 roubos contra 435 no mesmo período de 2019, uma queda de 27,38%.Os roubos de veículos também foram 21,18% menores. Foram registrados 85 crimes do tipo nos primeiros 9 meses de 2018, contra 67 em 2019.No caso dos furtos de veículos, houve aumento de 15,99%. O relatório aponta que de janeiro a setembro de 2018 foram furtados 269 veículos e em 2019, no mesmo período, foram 312 furtos na região de Apucarana.Os registros de furtos em geral diminuíram 5,07% na região entre 2018 e 2019. Foram praticados 3.710 crimes do tipo de janeiro a setembro do ano passado, contra 3.522 no mesmo período deste ano.De acordo com o delegado da 17ª subdivisão policial (SDP) de Apucarana Felipe Ribeiro Rodrigues, a diminuição dos crimes contra o patrimônio na região aconteceu em virtude de uma mudança de estratégia da polícia. “Há alguns anos atrás, o foco era mais concentrado no crime de tráfico, que não é um crime por si só violento, mas que envolve uma série de outros crimes de violência. Nos últimos dois anos, a polícia trabalha mais concentrada na elucidação de crimes patrimoniais e de violência, porque entendemos que minando estes tipos de crimes, conseguimos chegar aos verdadeiros responsáveis pelo tráfico na região e combater o crime de forma global. A integração entre a polícia civil e militar também merece destaque nesse processo”, garante o delegado.

INTEGRAÇÃOPara o capitão Vilson da Silva, do 10º Batalhão da Polícia Militar de Apucarana, a integração das forças de segurança da região foi fundamental para que este tipo de crime registrasse queda. “Nós temos uma parceria muito grande com a Guarda Municipal e Polícia Civil, compartilhamos informações e realizamos trabalhos em conjunto, que muitas vezes terminam com a prisão de criminosos”, disse.Para Silva, a intensificação dos trabalhos de abordagem e patrulhamento ostensivo da PM em toda a região, também contribui para a diminuição dos crimes contra o patrimônio. “Uma mudança de estratégia do comando no último ano, com caráter mais ostensivo, tem contribuído para esta diminuição. Nossa equipe de inteligência tem identificando os locais com maior número de ocorrências e intensificamos a presença da polícia nestes locais, com operações diárias”, explica.

Redução em todo estado

O índice de crimes contra o patrimônio reduziu em 7,2% no Paraná. Todas as Áreas Integradas de Segurança Pública - como o Estado é dividido para análise estatística - registraram queda no índice de roubos, totalizando uma redução de 19,2%. Com relação a furtos, a redução foi de 10,3%.Em números absolutos, foram registrados 32 roubos a menos por dia em todo o Estado: de janeiro a setembro de 2018 foram 46.255 ocorrências e no mesmo período deste ano foram 37.335. A queda foi ainda mais expressiva em relação a furtos: 49 a menos por dia (129.917 no ano passado contra 116.419 neste ano).O crime de roubo apresentou redução em todas as modalidades do relatório no Paraná: veículo (-27%), ambiente público (-16%), residência (-27,6%) e comércio (-25,7%). Também houve queda em todas as categorias de furtos no Estado: veículo (menos 8,8%), ambiente público (9,7%), residência (11,6%) e comércio (4%).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber