Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Primeiro condomínio popular vertical de Ivaiporã terá 280 apartamentos

.

Projeto foi iniciado pela construtora com terraplanagem na sexta-feira. (Foto: Ivan Maldonado)
Projeto foi iniciado pela construtora com terraplanagem na sexta-feira. (Foto: Ivan Maldonado)

A Szimanski e Favero Construções iniciou na última sexta-feira (6), a terraplanagem do terreno onde será construído o primeiro Condomínio Popular Vertical de Ivaiporã. Para a construção da obra, a Prefeitura de Ivaiporã disponibilizou uma área de pouco mais de 17 mil metros quadrados, nas Vilas João de Barro e Nova Porã, destinada exclusivamente à construção de 280 apartamentos populares.

O terreno fica próximo ao Centro da Juventude, onde no próximo dia 18, acontece o lançamento oficial do empreendimento. Na primeira fase que está sendo iniciada serão construídas 112 unidades em quatro blocos de sete andares. Para uma segunda fase, a previsão é de construção de mais sete blocos. 

O residencial contará guarita, garagem coberta, muro, salão de festas, campo de futebol suíço e infraestrutura (asfalto, iluminação, rede de água e rede de esgoto). Conforme informações da construtora, as unidades terão área total de aproximadamente 67 metros quadrados com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, a serem financiados pelo programa habitacional Minha Casa Minha Vida, provenientes de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 

Conforme o prefeito Miguel Roberto do Amaral, a ideia é diminuir o deficit habitacional na cidade. “Nós temos um estudo que mais de três mil pessoas pagam aluguel em Ivaiporã e essas pessoas precisam sair do aluguel e ter suas casas próprias. Então a Prefeitura lançou esse programa de habitação popular visando que a pessoa saia do aluguel e parta para um financiamento subsidiado pelo Governo Federal e com prestações acessíveis. São apartamentos com valores em torno de R$ 94 mil”, comenta o prefeito. 

Ainda segundo Miguel Amaral, o lançamento oficial do Condomínio pela construtora será no próximo dia 18, às 9 horas, no local onde a construção será erguida. “Neste dia, a empresa vai estar  esclarecendo as pessoas que tem interesse em morar no condomínio”.

CONCORRÊNCIA

O terreno disponibilizado foi por meio de lei municipal aprovada pela Câmara de Vereadores no início do ano, e tem valor estimado de R$ 673 mil. O contrato com a empresa Szimanski e Favero que é responsável pela construção do condomínio e comercialização dos imóveis é decorrente do resultado de licitação na modalidade concorrência pública. 

“O valor referente ao imóvel será recebido de volta pela Prefeitura através do financiamento dos mutuários. A ideia, é assim que a Prefeitura receber esses valores, adquirir novo terreno e iniciar outro empreendimento”, destaca Miguel Amaral. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber