Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Avó de garota morta em Rolândia deixa a cadeia 

.

A avó da garota encontra morta em Rolândia, Terezinha de Jesus Guinaia deixou a carceragem do 3º Distrito Policial de Londrina, por volta das 18h desta quinta-feira (27) após decisão judicial.

Ela e o filho, Ricardo Seidi, que continua preso, viraram réus por homicídio e ocultação de cadáver da neta Eduarda Shigematsu, também nesta quinta.

Em liberdade, a avó terá que cumprir medidas cautelares, como se apresentar em juízo uma vez por mês, não deixar a cidade ou mudar de endereço sem autorização da Justiça e não pode se aproximar de testemunhas. 

Para a Justiça, a decisão de soltá-la se deu porque as investigações já foram concluídas e, desta forma, a ré não vai atrapalhar a continuidade do processo. Além disso, ela não tem antecedentes criminais.
 
Eduarda Shigematsu desapareceu no dia 24 de abril em Rolândia. A Polícia Civil encontrou o corpo dela quatro dias depois, enterrado nos fundos de uma casa que pertence ao pai da menina. Ricardo Seidi foi preso e confessou ter enterrado o corpo após, segundo ele, ter achado a garota morta. Ele foi detido no mesmo dia que o corpo foi encontrado. 

 Já a avó de Eduarda foi presa no dia 30 de abril suspeita de envolvimento no crime. Eduarda nasceu quando a mãe dela tinha 16 anos. Jéssica Pires perdeu a guarda da menina logo depois de se separar de Ricardo Seidi e estava morando em São Paulo quando o crime aconteceu. 

Colaboração, G1

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber