Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Rio Bom completa 55 anos de emancipação política neste domingo

.

O município de Rio Bom completa 55 anos de emancipação política neste domingo (28). O prefeito Ene Benedito Gonçalves (PDT) destacou os avanços obtidos pela cidade em pouco mais de dois anos e também traçou os próximos objetivos, que envolvem a adoção do tempo integral no ensino municipal, a construção de uma pista para caminhadas, novas habitações para a população, entre outros. Ele espera, inclusive, que a festa do município no ano que vem já seja realizada no novo centro de eventos, cuja obra deve ser iniciada em breve.

Com cerca de 3,5 mil habitantes, Rio Bom apresentava até pouco tempo sérios problemas de pavimentação, o que exigiu esforços da administração municipal, de acordo com o prefeito. “Conseguimos recuperar diversas ruas e estradas da nossa cidade. Ao todo, mais de 100 quilômetros de vias foram recuperadas. Isso tudo foi graças ao trabalho da prefeitura, dos secretários e também das importantes parcerias que firmamos junto ao Governo Estadual, DER e a deputados”, disse.Ele destaca duas obras e pavimentação da cidade. “Alguns dos destaques foram o asfaltamento da rua Papa João XXIII e da estrada que leva ao distrito de Santo Antônio do Palmital. Estradas e ruas boas significa qualidade de vida para a população: traz facilidade de transporte, menos custos e menores transtornos. Na política, sabemos que há muita desconfiança, promessas vazias. É preciso ver para crer, e a população está vendo”.Recentemente, a prefeitura inaugurou melhorias no cemitério municipal, que ganhou um abrigo coberto e nova pavimentação em ‘paver’. Houve também avanços na educação, com os alunos recebendo pela primeira vez uniforme e um kit com material escolar. “Em breve, daremos uma bolsa para os estudantes levarem seus materiais com mais comodidade”, diz o prefeito, lembrando também a aquisição de um ônibus zero quilômetro para levar os estudantes universitários, gratuitamente, para estudar em outros municípios.Segundo ele, a situação da administração era precária há dois anos atrás. “O maquinário era muito ruim. Não tínhamos boa estrutura. Fizemos um extenso trabalho de recuperação. Paralelo a isso, cortamos gastos e aumentamos a eficiência do poder público municipal. Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas, mas com mais transparência”.O aumento na eficiência e os avanços da cidade trazem consigo algumas adaptações. Entre elas, a ausência da tradicional festa do churrasco no bambu deste ano. “Resolvemos priorizar as obras. No ano que vem, voltaremos com a festa. As festividades geram um gasto entre R$ 100 mil e R$ 150 mil em apenas três dias. Além do mais, o centro da cidade não é o local adequado. Esperamos que, no próximo ano, a festa aconteça no novo centro de eventos, que já tem área comprada e verba destinada, de R$ 250 mil”, explica.

Projetos em várias áreas
Localizado entre os municípios de Apucarana, Marilândia do Sul e Novo Itacolomi, Rio Bom é constituído, na maioria de seu território, por pequenas propriedades rurais, sendo forte na produção de grãos e também de banana. Este potencial agrícola que ser melhor explorado pelo prefeito Ene, mas ele não quer que o município se resuma a apenas isso.“Estamos apoiando e fazendo investimentos na agricultura. Mas queremos incentivar também outras áreas. Por isso, estamos licitando um barracão de 500 m² que, em breve, irá abrigar duas empresas, com o intuito de gerar empregos na cidade”, afirma.Um dos projetos mais importantes foi a transferência de um colégio, estimado em R$ 1,5 milhão, do Governo do Estado para o município. 

Esta escola será a nossa ‘menina-dos-olhos’. Estamos pleiteando agora uma verba de R$ 1 milhão que irá transformar o prédio e adaptá-lo para receber o ensino em tempo integral”, destaca.Ao lado, um anfiteatro com capacidade para 100 pessoas também será construído, com verbas de R$ 250 mil oriundas de emenda do deputado federal Sérgio Souza. Outra construção, que está para ser licitada, é a da pista de caminhada, também com verbas do deputado, no valor de R$ 300 mil. Sem falar no centro de eventos, já citado anteriormente.Há ainda a busca por financiar 100 casas populares em um novo residencial, cujo terreno já está adquirido pela prefeitura. “Ainda há muito o que fazer, mas já estamos vendo avanços na cidade. Com muita humildade e pés no chão, nosso Rio Bom vai crescer ainda mais”, assinalou o prefeito.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber