Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Homem se apresenta à polícia e diz que pode ser pai de bebê abandonado em Maringá

.

Bebê com três dias de vida foi deixado em uma caixa de papelão na frente de uma casa em Maringá (Foto: Jesiel Carrara/Conselho Tutelar/Divulgação)
Bebê com três dias de vida foi deixado em uma caixa de papelão na frente de uma casa em Maringá (Foto: Jesiel Carrara/Conselho Tutelar/Divulgação)

Um homem de 22 anos que se apresentou à polícia disse que pode ser o pai do bebê que foi abandonado dentro de uma caixa de papelão no último domingo (1º), em Maringá, no norte do Paraná.

O homem se dispôs a fazer o exame de DNA. Ele também procurou o Conselho Tutelar e informou que, se ficar comprovada a paternidade, vai pedir a guarda da criança.

Morador de Nova Esperança, mesma cidade da mãe da criança, o rapaz informou à polícia que, em 2017, no período que a mãe estava separada do marido, ele teve um relacionamento com ela.

Um inquérito policial foi aberto para investigar o caso. O conselheiro tutelar já foi ouvido, assim como o homem que procurou a polícia. A mãe deve ser a próxima a prestar depoimento.

O bebê continua em um abrigo de Maringá.

Relembre o caso

A criança foi deixada pela mãe, dentro de uma caixa de papelão, na frente de uma casa no Parque das Grevíleas, no último domingo (1º).

O presidente do Conselho Tutelar Jesiel Carrara contou que, depois de deixar o menino na frente dessa casa, a mulher voltou para Nova Esperança, que fica uns 60 quilômetros de Maringá. Ao chegar lá, cerca de seis horas depois, ela se arrependeu e voltou para buscar o filho.

Fonte- RPC Maringá


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber