Facebook Img Logo
Mais lidas
Região

Cismel prepara licitação para consertar 152 câmeras de segurança 

.

Os 10 municípios que integram o Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública e Cidadania de Londrina e Região (Cismel) estão submetendo às câmaras de vereadores locais um Projeto de Lei visando garantir recursos para o conserto das câmeras de segurança adquiridas através do órgão. De acordo com levantamento feito pela própria instituição, 152 equipamentos espalhados pelas cidades da região apresentaram os mesmos problemas e precisam ser trocados.

As câmeras de vigilância foram adquiridas a partir de 2012 e instaladas nos municípios de Apucarana, Arapongas, Bela Vista do Paraíso, Cambé, Ibiporã, Jataizinho, Londrina, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana. Segundo o responsável pelo setor técnico do Cismel, Alfredo Quenehen, deverão ser trocadas por completo 150 câmeras. Outras duas terão apenas peças substituídas.“A licitação deverá ser formalizada nas próximas semanas. O serviço, a um custo de pouco mais de R$ 144 mil, precisa ser realizado por uma assistência técnica autorizada pela fabricante, que é americana. Em todo o país, existem apenas dois estabelecimentos autorizados, ambos em São Paulo. Já contatamos ambas as empresas, que disputarão a licitação. Será contratada aquela que fizer o serviço pelo menos preço”, destaca.

Londrina é a cidade com maior número de câmeras com problema. O município terá 29 aparelhos consertados, a um custo de R$ 27,7 mil. Em seguida estão Apucarana e Cambé, cada um com 29 equipamentos a serem reparados, a um custo de R$ 21,9 mil para cada município. Arapongas terá 19 câmeras trocadas completamente e uma parcialmente substituída, a um custo de R$ 18,6 mil. Todos os equipamentos instalados pelo Cismel no município precisam de manutenção.

“Alguns municípios já encaminharam ao Legislativo municipal a autorização de adesão ao contrato de manutenção, como é o caso de Arapongas. Outros devem fazer nos próximos dias”, afirma Quenehen, que também é Guarda Municipal araponguense. O projeto de lei foi aprovado em segunda votação na última sessão da câmara, ocorrida na segunda-feira (19).Apesar da aquisição das câmeras terem sido feitas através do Cismel, a manutenção é de responsabilidade dos municípios. No entanto, com o intuito de reduzir custos, o consórcio resolveu tomar a frente nos consertos, entrando em contato com as empresas de manutenção credenciadas e também com a fabricante americana, que já enviou as peças sobressalentes dos Estados Unidos para o Brasil.

O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre (PSC) é o presidente do Cismel para o biênio 2017-2018. Segundo ele, a região ganha muito com a recuperação dos equipamentos. “As câmeras são muito importantes para aumentar a segurança nos municípios da região. Por isto, resolvemos assumir este compromisso de consertar as câmeras. Assim que o serviço for licitado, acreditamos que em 60 dias a situação seja normalizada”, destaca.


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber