Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Suspeito de assassinato é preso em Londrina

.

Caso é investigado pela Delegacia de Homicídios (DH) de Londrina. Foto: Reprodução
Caso é investigado pela Delegacia de Homicídios (DH) de Londrina. Foto: Reprodução

Investigadores da Delegacia de Homicídios (DH) de Londrina, prenderam em flagrante, um homem, de 36 anos, suspeito pelo homicídio de Jair Fabiano Gonçalves, de 43 anos. A prisão aconteceu na tarde de quinta-feira (11), duas horas e meia depois da equipe ser notificada do crime. O suspeito foi encontrado na residência de sua mãe, localizada no bairro União da Vitória, situado na Zona Sul de Londrina. A ação policial contou com o apoio da Polícia Militar do município.

O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira (11), no mesmo bairro onde a prisão aconteceu. Na ocasião, o suspeito se utilizou de golpes de foice, pauladas e pedradas para matar Gonçalves e ainda tentou queimar seu corpo. Segundo informações policiais, o crime foi motivado por razões passionais.As investigações iniciaram assim que a delegacia foi foi notificada sobre o crime. 

“As diligências tiveram início imediato e em poucas horas a equipe conseguiu encontrar o corpo da vitima jogado em um matagal, no bairro União da Vitória, em frente a casa do suspeito”, informa o delegado responsável pelo caso, Ricardo Jorge Rocha Perreira Filho. Filho afirma ainda que diante do fato, os policiais realizaram diligências dentro da residência do suspeito, onde encontraram sangue espalhado pelos cômodos, um colchão recortado e uma foice, além de uma das partes do corpo da vitima. 

“Porém o suspeito não estava no local”, completa.Em continuidade as diligências com o intuito de localizar o suspeito, a equipe passou a realizar buscas pela região, que resultaram na prisão em flagrante do suspeito. “No momento da prisão o homem confessou ter cometido o crime e alegou que ele e a vítima mantinham um relacionamento com a mesma mulher, por este motivo tiveram uma discussão, que acabou resultando na morte da vítima”, conta o delegado.

O homem foi atuado por homicídio e encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC) do município, onde permanece preso à disposição da Justiça. Se condenado poderá pegar até 30 anos de prisão.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber