Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Folia de Reis mantém tradição em Ivaiporã

.

A Folia de Reis uma festa religiosa do folclore brasileiro que marca o encerramento do ciclo natalino é tradição em Ivaiporã. Nem mesmo, a chuva que cai na região há duas semanas, é empecilho para a Companhia de Reis Ireno Custódio Teixeira dar seguimento a caminhada, que na cidade foi iniciada no primeiro dia do ano.

A Folia de Reis tem por intuito rememorar a atitude dos Três Reis Magos, que partiram em uma jornada até encontrarem o Menino Jesus. O encerramento da caminhada será no sábado (6), quando se comemora o Dia de Reis, a partir das 16 horas, na capela da Diaconia Santos Reis, no Jardim Belo Horizonte.

Na Folia de Reis, a companhia sai pelos sítios e ruas da cidade, visitando as casas e tocando músicas populares e entoando cânticos bíblicos em homenagem aos reis magos e ao nascimento de Jesus. Junto com os músicos vão pessoas vestidas com roupas de personagens ligados ao tema da festa. 

Segundo o embaixador da companhia, Edmilson Boscardim, apesar da chuva os foliões da companhia não desanimam. “Mesmo antigamente, quando existia muita dificuldade, sem estradas boas e sem transporte, o pessoal da companhia fazia caminhada a pé, algumas vezes até por 50 quilômetros. Hoje não, tudo é mais fácil, temos carros e até um ônibus a disposição da companhia, então não é uma chuva que vai atrapalhar a devoção desse povo”, comenta.

Ainda de acordo com Boscardim, desde a saída até o próximo sábado, a comitiva deve visitar aproximadamente 120 casas, metade na zona rural. “Em algumas casas, como esta aqui que pertence a diaconia Nossa Senhora Aparecida, são 16 casais todos da mesma família, que se reúnem neste local que era a moradia do pai, para receber a bandeira e manter a tradição familiar viva”, relata.

Na manhã de ontem, o reisado iniciou a caminhada do dia, no sitio São Jorge, na casa onde morava Jorge Alves, um sitiante devoto dos Reis Magos, já falecido. “Hoje, não mora ninguém aqui, mas nós mantemos a casa como era na época em que ele ainda era vivo para receber a companhia. A Festa de Reis é uma tradição de família de mais de 60 anos. Eu era pequena lá em Minas Gerais e meu pai já acompanhava”, relata Luzia Zélia Alves. 

De acordo com o ministro de eucaristia Benedito Crozatto, responsável pela diaconia Nossa Senhora da Aparecida, festa é o resgate de um acontecimento bíblico e de uma tradição que traz a notícia que Jesus é o Senhor do mundo “E uma tradição que se mantém viva e não deve acabar nunca. O maior ensinamento que os magos nos deixaram é a busca do Senhor Jesus Cristo”, completa Crozatto.
 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber