Mais lidas
Região

MEC garante recursos para campus da UFPR em Jandaia do Sul

.

MEC garante recursos para campus da UFPR em Jandaia do Sul - Foto: Tribuna do Norte
MEC garante recursos para campus da UFPR em Jandaia do Sul - Foto: Tribuna do Norte

O campus avançado de Jandaia do Sul da Universidade Federal do Paraná (UFPR) deverá receber ainda neste mês os primeiros recursos para iniciar a construção de sua estrutura própria. Uma cota de até R$ 5,3 milhões deverá ser destinada pelo Ministério da Educação (MEC) para a chamada ‘Fase 1’ do projeto, que engloba obras de infraestrutura e urbanismo. A expectativa é que o início da construção aconteça no primeiro semestre de 2018.

De acordo com o diretor do campus de Jandaia do Sul da UFPR, Eduardo Teixeira da Silva, assim que o dinheiro estiver disponível, o edital será lançado. “Estive no MEC na última semana e a expectativa é de que os valores sejam disponibilizados ainda neste mês. A construção deve começar no primeiro semestre do próximo ano, com duração entre seis meses e um ano”, disse ele.

A Fase 1 compreende o portal de entrada do campus, ruas, asfalto, estacionamentos, ligações de energia elétrica, água encanada, galerias pluviais e demais itens de urbanização. Nesta fase, não estão previstos os prédios com os laboratórios e as salas de aula, que devem chegar na próxima fase do projeto.“O projeto final do campus ainda não está pronto. Ele deve ser finalizado na próxima semana, inclusive com maquete. Com este projeto final em mãos, poderemos pleitear o restante dos recursos”, explica Eduardo.

FASE 2
Com o projeto final do campus em mãos, será possível projetar a Fase 2 do projeto, que contempla a construção dos três primeiros blocos de salas do campus. “Cada bloco terá três pavimentos. Dois desses blocos são para a instalação de 23 laboratórios. O terceiro bloco é chamado de ‘bloco pedagógico’, pois contempla em torno de 20 salas de aula. Esta Fase 2 ainda não teve orçamento totalmente definido, mas deverá custar em torno de R$ 45 milhões”, afirma o diretor.

A Fase 2 ainda não tem previsão de início das obras, que devem ultrapassar um ano de duração. O diretor diz ainda que uma Fase 3 deve acontecer, seja por conta de um possível fracionamento da Fase 2 ou para que haja uma expansão do campus. “Não podemos parar. Queremos novos cursos e, no futuro, um Centro Tecnológico, que esperamos viabilizar até 2020”, ressalta.

Para prefeito, universidade é motivo de orgulho
O prefeito de Jandaia do Sul, Ditão Pupio (PSC), afirma que é motivo de orgulho ter a unidade da UFPR no município. “O campus é de grande importância para toda a cidade. Recebemos todos os anos vários estudantes de outras partes do Brasil que acabam movimentando a economia local, fora a criação de mão de obra da mais alta qualidade”, afirma.

O prefeito se reuniu nesta semana com o ministro da Educação, Mendonça Filho, que se comprometeu a disponibilizar o quanto antes os recursos necessários. O ministro esteve cumprindo agenda em Londrina anteontem na companhia do deputado federal Alex Canziani (PTB). “Sabemos que é um investimento alto e que leva tempo para a obra ser concretizada, mas deve impactar positivamente a cidade a médio e longo prazo”, ressalta.

O complexo será construído em um terreno de 240 mil m² na zona rural de Jandaia do Sul, nas proximidades da BR-466, sentido Bom Sucesso. A UFPR já atua no município desde 2012, nas dependências da Faculdade de Jandaia do Sul (Fafijan), ofertando os cursos de Engenharia Agrícola, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção, Licenciatura em Ciências Exatas e Licenciatura em Computação. 

A instituição oferta ainda cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado, além de projetos sociais para a comunidade de Jandaia do Sul e região. Cerca de 800 alunos estão matriculados na instituição.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber