Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Pedreiro é agredido por médico dentro do Hospital Evangélico

.

Um caso chamou a atenção na tarde desta sexta-feira (13/10) na recepção do Hospital Evangélico de Curitiba. A Polícia Militar (PM) chegou a ser acionada para intervir numa situação de agressão.

 Segundo denúncias de várias testemunhas, um médico da unidade havia chutado a cabeça de um paciente, que gritava de dor. A vítima aguardava por atendimento há cerca de 3 horas. O médico, inclusive, teria arrancado o extintor da parede e jogado no chão num ataque de raiva.

O paciente agredido é o pedreiro Valdeci Conrado da Silva, de 52 anos. Ainda segundo vários relatos de testemunhas, o homem estaria implorando por ajuda há horas. Na hora do ataque do médico, o pedreiro, que havia chegado na unidade por volta das 14 horas, estava no chão, chorando de dor. 

Silva foi levado ao Hospital Evangélico por colegas de trabalho, após sentir fortes dores nas costas. O pedreiro, inclusive, não conseguia mexer uma das pernas. A esposa da vítima, Carmen Lúcia Lobato, que é copeira, foi até o local, após ser informada no trabalho, que o marido teria passado mal. Ela chegou na unidade por volta das 14h30.

Carmem Lúcia também relata que houve descaso por parte dos funcionários, que teriam desdenhado do desespero do casal. Ela, que presenciou à agressão ao marido, chegou a passar mal, uma vez que a pressão subiu. 

O Hospital Evangélico se pronunciou por meio de assessoria e disse que vai abrir uma sindicância para investigar o caso. Em nota, a Prefeitura de Curitiba, que é uma das parceiras do Hospital Evangélico, informou: “Quanto à denúncia de agressão é um caso que deve ser levado à administração do Hospital Evangélico para que seja apurado e providências sejam tomadas. Situações que envolvem a conduta médica são afetas à direção da instituição hospitalar, a Prefeitura não tem gerência nesses casos”.

A nota diz ainda que a vítima de agressão deve fazer boletim de ocorrência e encaminhar a denúncia à Ouvidoria do SUS e também pode fazê-lo pelo serviço 156, já que o Hospital Evangélico é um prestador de serviços.

Confira nota o hospital na íntegra

"Sobre informações publicadas em site de notícias de Curitiba acerca de uma suposta agressão a um paciente, o Hospital Evangélico de Curitiba, mantendo sua postura de transparência e buscando evitar a desinformação, esclarece à sociedade que abriu inquérito administrativo interno e está investigando através de todos os meios disponíveis detalhes sobre o ocorrido na tarde desta sexta-feira. Tão logo se esclareça a verdade dos fatos, o Hospital tomará as providências cabíveis necessárias.

O Hospital Evangélico de Curitiba é o maior hospital filantrópico do Paraná, tendo mais de 95% de seus atendimentos voltados a pacientes do SUS, é o único centro de queimados do estado e recebe mais de 50% de todas ocorrências de trânsito da cidade. Uma instituição essencial na manutenção da saúde pública de Curitiba e Região Metropolitana, que tem o compromisso de prestar o melhor atendimento dentro do possível e respeitando as prioridades das classificações de risco. A direção do Hospital Evangélico tem trabalhado fortemente junto à equipe em todos os níveis da instituição a sua missão: colocar as necessidades do paciente sempre em primeiro lugar. Estes compromissos serão mantidos".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber