Mais lidas
Região

Parcela do 13º para aposentados vai injetar R$ 33 mi na região

.

O pagamento da primeira parcela do 13º salário a aposentados e pensionistas, que acontece a partir de hoje, deve injetar quase R$ 33 milhões na região de Apucarana.  Foto: Ilustração
O pagamento da primeira parcela do 13º salário a aposentados e pensionistas, que acontece a partir de hoje, deve injetar quase R$ 33 milhões na região de Apucarana. Foto: Ilustração

O pagamento da primeira parcela do 13º salário a aposentados e pensionistas, que acontece a partir de hoje, deve injetar quase R$ 33 milhões na região de Apucarana. Segundo especialistas, o dinheiro pode representar um ‘alívio’ nas contas dos beneficiários, além de movimentar o comércio. A segunda parcela do abono anual deverá ser paga em novembro.

Os valores começam a serem depositados junto à folha de pagamentos mensal do INSS. Beneficiários que ganham um salário mínimo (R$ 937) terão os pagamentos liberados a partir de hoje, indo até o próximo dia 8. Já quem ganha acima de um salário mínimo receberá o valor a partir do dia 1º.

Na microrregião de Apucarana, composta também por Arapongas, Califórnia, Cambira, Jandaia do Sul, Marilândia do Sul, Mauá da Serra, Novo Itacolomi e Sabáudia, o valor a ser depositado ultrapassa os R$ 32,8 milhões.Apucarana deverá receber o maior valor, cerca de R$ 14,4 milhões. Em Arapongas, aposentados e pensionistas devem receber quase R$ 11,3 milhões. 

Já em Jandaia do Sul, o valor estimado chega a R$ 4,1 milhões.“O valor distribuído pelas cidades da região é significativo. Ele deve ser importante para muitos aposentados e pensionistas com dívidas a pagar. 

Sabemos que a realidade dessa faixa da população é complicada, sobretudo porque os reajustes não têm equivalência com o salário mínimo, fazendo com que os beneficiários percam poder de compra ao longo dos anos”, ressalta Rogério Ribeiro, economista e pró-reitor de Administração e Finanças da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).Segundo ele, muitos aposentados e pensionistas possuem dívidas consideráveis. “Por conta da perda do poder de compra, muitos se sentem ‘seduzidos’ pela facilidade de se obter crédito consignado e acabam endividados.

Por isso, o 13º salário é um dinheiro que entra ‘limpo’ na conta do aposentado e do pensionista”, diz.“Por isso, a expectativa é de que boa parte desse dinheiro seja injetada no comércio da região. É um dinheiro que pode ser utilizado para outras coisas, não estando atrelado ao empréstimo consignado”, explica Ribeiro.

De acordo com a lei, tem direito ao 13º salário quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário como aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. No caso de auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do abono anual será proporcional ao período recebido. O desconto do imposto de renda, se for o caso, incidirá somente sobre a segunda parcela da gratificação. No Paraná, o valor a ser depositado da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas deve ser de R$ 1,1 bilhão. No país inteiro, serão R$ 19,8 bilhões depositados.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber