Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Homeopatia ganha agropecuária em região do Paraná

.

Pequenos produtores rurais estão descobrindo na homeopatia uma maneira alternativa de cuidar da saúde dos bovinos, aves e até das plantas na região de Ivaiporã, no Vale do Ivaí (norte do Paraná). A ciência, compatíveis com a perspectiva da agricultura sustentável, foi apresentada aos agricultores da região há dois anos através de um projeto do curso de agroecologia do campus de Ivaiporã do Instituto Federal do Paraná e desde então tem feito muito sucesso e vem sendo reconhecida no meio acadêmico. No mês passado, um projeto com aves do IFPR de Ivaiporã foi premiado em 2º lugar na categoria Ciências Agrárias na IV Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (Ficiencias), em Foz do Iguaçu.

A coordenadora do curso de agroecologia do IFPR, Ellen Rúbia Diniz, explica que os experimentos são desenvolvidos com gado leiteiro nas propriedades rurais, no tratamento de mastite, carrapatos e papilomatose (verrugas). Nas plantas, os produtos homeopáticos são usados pelos agricultores em tratamentos diversos dos vegetais e aplicação do produto no solo. Com as aves, o trabalho é desenvolvido exclusivamente no campus de Ivaiporã, onde foi montada uma estrutura para estudar e acompanhar o comportamento e a conversão alimentar durante o período de tratamento.

No sítio de Nilza Maria, homeopatia combate pragas | Foto: Ivan Maldonado


Ellen relata que, em princípio, os produtores vêm os produtos homeopáticos com desconfiança. “Geralmente para o agricultor tomar a decisão de usar a homeopatia é só depois que ele descartou todas as possibilidades do tratamento convencional e nenhum deu resultado. Depois com o uso dos produtos homeopáticos, ele começa a perceber que tem um efeito positivo. A partir daí, ele começa a usar a homeopatia”, destaca Ellen. A agricultora orgânica Nilza Maria Oliveira dos Santos, que tem um sitio na localidade de Brasinha, em Jardim Alegre é uma das produtoras que recebe o acompanhamento do IFPR e faz uso da homeopatia no tratamento das plantas e no gado leiteiro.

“Nas plantas uso para combater as joaninhas, pulgão e ácaro vermelho. Quando o problema começa a aparecer à gente começa a passar o produto porque não é veneno e nem químico e o resultado é 99,99% eficaz”, comemora Nilza. Com relação ao tratamento do gado leiteiro, Nilza relata que comprou as vacas recentemente de uma propriedade que já fazia uso de homeopatia no tratamento de carrapato e mastite. “Já chegaram aqui bem tratadas, então só continuamos com o tratamento”. Para Nilza outra vantagem do uso da homeopatia é o custo. “Se eu tenho hoje um custo com produtos homeopáticos em torno de R$ 50 para algum tipo de tratamento, no convencional o custo seria de no mínimo R$ 500”, completa Nilza.

Resultado com frango rende prêmio

A preparação dos medicamentos homeopáticos é feita a partir de substâncias extraídas da natureza (animal, vegetal ou mineral). Os medicamentos passam por técnicas de ultra diluição e dinamização específicas fazendo o tratamento pela semelhança. O que é capaz de produzir a doença também é capaz de curá-la. Iniciado há menos de dois anos o projeto de acompanhamento de aves tratada com homeopatia já é destaque no Paraná.

No mês passado alunos que desenvolvem o projeto que trata do efeito da homeopatia sobre o comportamento de frangos de corte em sistema colonial, conseguiram a 2ª colocação em Ciências Agrárias, na quarta edição da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (Ficiencias). A zootecnista Gisela Fernanda Mouro, professora do curso de agroecologia que acompanha o projeto, explica que o ensaio vencedor dos alunos foi em razão deles verificarem que as aves que receberam o tratamento tiveram um estímulo de produção de calor maior. “Onde se conclui que seria interessante utilizar esses produtos em época de frio”, analisa Gisela.

Fitoterápicos são produzidos no laboratório do IFPR  | Foto: Ivan Maldonado

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber