Facebook Img Logo
Mais lidas
Região

Marilândia do Sul: 162 famílias ganham casas populares

.

Marilândia: 162 famílias ganham casas populares - Foto: José Luiz Mendes
Marilândia: 162 famílias ganham casas populares - Foto: José Luiz Mendes

Representantes do Governo do Paraná, Caixa Econômica Federal e da Prefeitura de Marilândia do Sul entregaram na quinta-feira (9) as chaves de 162 novas casas populares a famílias de baixa renda do município.

O Residencial Conquista I foi construído com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social, por meio do programa Minha Casa Minha Vida Entidades. Os investimentos são estimados em R$ 9 milhões. As novas moradias são destinadas ao atendimento de famílias com renda mensal de até R$ 1.600. Elas pagarão parcelas equivalentes a 5% da renda, que podem variar por de R$ 25 a R$ 80 por mês por um período de 10 anos.

“Estas casas estavam no nosso plano de governo e tornaram-se possíveis graças a importante parceria dos órgãos do governo estadual e do governo federal. Com isso, estamos promovendo o desenvolvimento econômico e social de Marilândia do Sul”, declarou o prefeito Pedro Mileski durante o evento. Além de realizar um aporte financeiro no projeto e de prestar assessoria técnica por meio da Cohapar, o governo estadual ainda contribuiu com os serviços da Copel e Sanepar para a instalação dos sistemas de luz, água e esgoto.

O trabalho integrado dos órgãos ajudou a reduzir os custos do empreendimento e a viabilizar a contratação da obra. A gerente nacional de Entidades Urbanas da CAIXA, Eleonora Lisboa Mascia, exaltou o envolvimento de todos os órgãos envolvidos e garantiu que a construção de casas para famílias carentes é uma prioridade do banco. “Melhorar a qualidade de vida dos brasileiros é a missão da Caixa Econômica e isso passa pela oferta de uma moradia digna para as famílias”, comentou.

O evento contou ainda com a participação da senadora Gleisi Hoffmann, do chefe da Região Metropolitana de Apucarana, Maurício Bueno, do gerente regional da Cohapar de Apucarana, Ricardo Lima, e de prefeitos da região. Dinheiro do aluguel reinvestido na casa própria – O operador de máquinas Francisco de Souza, de 42 anos, e a esposa Eliane de Souza, 35, já estão preparando a mudança para o novo lar.

O casal, que há 13 anos paga aluguel, pretende reinvestir o dinheiro para melhorar ainda mais a casa própria, onde criarão os quatro filhos. “Nós pagávamos R$ 250 de aluguel e agora vamos pagar bem menos por aquilo que é da gente, não tem nem comparação”, contou Francisco. “Era um dinheiro que não tinha retorno e que nós vamos começar a guardar pra aumentar e ir melhorando a nossa casa aos poucos”, finalizou o trabalhador.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber