Região

Grupo Chorus e Elifas Andreato fecham festa

Da Redação ·
Grupo Chorus e Elifas Andreato fecham festa de 77 anos de Rolândia
fonte: Divulgação
Grupo Chorus e Elifas Andreato fecham festa de 77 anos de Rolândia

As comemorações dos 77 anos de Rolândia terminaram em grande estilo. A administração municipal presenteou os rolandenses com uma programação cultural no Centro Cultural Nanuk. O lançamento do livro “Portfólio Brasil” e a exposição “Cores da resistência”, do artista gráfico rolandense Elifas Andreato e a apresentação do grupo Chorus, premiado internacionalmente, fecharam a programação.

continua após publicidade


Elifas veio especialmente de São Paulo para a festa, que celebrou o aniversário da cidade e a doação de mais obras do artista, que há dois anos disponibilizou grande parte de seu acervo ao Museu Municipal. Muito emocionado, o artista agradeceu ao Prefeito Johnny Lehmann, sua Vice Sabine Giesen, a Secretária da Cultura Maria Luiza Müller e ao Presidente da Câmara de Vereadores, José Danilson de Oliveira, pela homenagem e pelo reconhecimento do trabalho.
“Essa é uma noite linda, uma noite de festa e eu fico muito feliz em poder compartilhar esse momento com minha família e com meus amigos de Rolândia. As homenagens prestadas nos últimos dois anos têm me emocionado demais, vocês querem que eu sofra do coração”, declarou o artista, que realizou uma concorrida noite de autógrafos.


O Prefeito Johnny Lehmann agradeceu a presença de Elifas e garantiu que em breve suas obras já estarão guardadas no acervo do novo Museu Municipal, a ser construído no local onde hoje funciona a antiga estação ferroviária. “Esses dias de festa foram muito intensos e bonitos para nossa cidade, com homenagens, festividades, muita cultura e cidadania. Viva Rolândia!”, vibrou o Prefeito.

continua após publicidade


O grupo Chorus animou a noite com canções da música brasileira e composições internacionais. O repertório incluiu bossa-nova, samba, gafieira, chorinho e clássicos dos grandes filmes. Muito aplaudido, o grupo também prestou homenagem a Elifas, finalizando o show com um arranjo especial de vozes da canção “Herdeiros do futuro”, cuja letra é do artista e a melodia do cantor e compositor nacional Toquinho.