Região

Paraná contrata novos técnicos para fiscalização agropecuária

Da Redação ·

Os novos engenheiros agrônomos, médicos veterinários, e técnicos agropecuários aprovados no último processo seletivo simplificado realizado pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná fizeram nos últimos  dias  as escolhas das vagas onde vão trabalhar. Elas ficam nos 33 postos de fiscalização sanitária e fitossanitária que a Secretaria passa a operar diretamente por meio do Departamento de Fiscalização e Defesa Agropecuária (Defis).Segundo o diretor do Defis, Silmar Burer, a contratação dos novos profissionais foi necessária para suprir a demanda de pessoal que surgiu nas barreiras a partir do dia 1º de janeiro deste ano, quando o governo do Estado reassumiu o controle e a fiscalização nas barreiras interestaduais. Esta era uma solicitação de organismos internacionais sugerida em auditoria ao Serviço de Defesa Agropecuária, e pelo próprio Ministério da Agricultura, explicou Silmar Burer.Antes o serviço era terceirizado pela Claspar (Companhia Paranaense de Classificação), mas as seguidas avaliações da União Europeia sobre o serviço de defesa agropecuária feito no Estado não aceitavam essa terceirização. Para atender essa exigência e agilizar as exportações de carnes do Estado para a União Europeia e outros blocos econômicos, o governo paranaense voltou a controlar os postos de fiscalização sanitária. Trata-se de uma ação altamente estruturante da Secretaria da Agricultura, preparando o Paraná para um grande salto de qualidade programado para 2010, destacou o secretário Valter Bianchini.Nesta etapa foram contratados 14 médicos veterinários e 15 engenheiros agrônomos para coordenarem os trabalhos nos postos de fiscalização. A eles se juntarão mais 264 técnicos agropecuários que atuarão nos postos 24 horas por dia, todos os dias do ano. Esta é uma das grandes conquistas da defesa agropecuária paranaense e que era aguardada por todo o setor produtivo nos últimos 23 anos, ressaltou o diretor do Defis.

continua após publicidade